SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 número4Sementes de guandu, produzidas em semeadura tardia: efeito de doses de fósforo, potássio e espaçamentosReação do solo e disponibilidade de micronutrientes, em solo de textura média, tratado com lodo de esgoto e cultivado com milho índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Scientiarum. Agronomy

versão On-line ISSN 1807-8621

Resumo

RHEINHEIMER, Danilo dos Santos et al. Amplitude no fósforo microbiano em um Argissolo em pastagem nativa submetida à roçada e à introdução de espécies forrageiras com fertilização fosfatada em diferentes épocas. Acta Sci., Agron. [online]. 2008, vol.30, n.4, pp.561-567. ISSN 1807-8621.  https://doi.org/10.4025/actasciagron.v30i4.5319.

Em solos com elevado grau de intemperismo, a imobilização temporária de fósforo pela biomassa microbiana do solo (BMS) pode ser um mecanismo de retardamento das reações de adsorção. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a amplitude no fósforo microbiano (Pm) em um Argissolo em pastagem nativa submetida à roçada, introdução de forrageiras exóticas e adubadas com fertilizantes fosfatados. O estudo foi desenvolvido a partir de um experimento instalado em 1997 que constava de cinco tratamentos de fosfato e calagem (testemunha sem fósforo; hiperfosfato de gafsa; superfosfato triplo; superfosfato triplo + calcário e superfosfato simples + calcário), distribuídos em quatro blocos ao acaso. Em junho de 2002, a pastagem nativa remanescente foi roçada, semeada a pastagem de inverno e as parcelas originais foram divididas em três subparcelas. A reposição dos fertilizantes fosfatados foi feita em três épocas, uma em cada subparcela: sem reaplicação; reaplicação após a roçada da pastagem nativa remanescente (outono-junho); e reaplicação após a roçada da forrageira hibernal (primavera-novembro). A primeira avaliação do Pm foi feita 16 dias antes da primeira roçada, considerando o reinício do experimento (0 dia). A partir daí, coletaram-se amostras de solo aos 25, 36, 55, 82, 111, 139, 163, 171, 181, 197, 219, 229, 248, 274 e 316 dias após o reinício do experimento. O corte das forrageiras induziu à imobilização de fósforo pela biomassa microbiana do solo. Parte do fósforo adicionado, via fertilizantes, foi imobilizado temporariamente pela biomassa microbiana do solo.

Palavras-chave : biomassa microbiana; imobilização; adubos fosfatados; pastagens nativas; disponibilidade de fósforo.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons