SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 issue3Morphological diversity of rhizobia from cowpea cultivated in Rio Grande do Norte State soils author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Acta Scientiarum. Agronomy

On-line version ISSN 1807-8621

Abstract

SILVA, Maria Anita Gonçalves da et al. Metodologias e eficiência de extratores para zinco, cobre, ferro e manganês. Acta Sci., Agron. [online]. 2009, vol.31, n.3, pp. 537-545. ISSN 1807-8621.  http://dx.doi.org/10.4025/actasciagron.v31i3.736.

Estudos de correlação foram usados para avaliar a metodologias de extração para micronutrientes em solos do Paraná, visando à padronização dos métodos. Foram avaliados extratores ácidos (Mehlich 1), na proporção solo/extrator de 1:5 e 1:10, um extrator ácido complexantes (Mehlich 3), na proporção de 1:10, e um complexante (DTPA), na proporção 1:2. O Mehlich 1 e Mehlich 3 foram extraídos: a) filtragem imediata após a agitação e b) filtragem após decantação de 16h. As correlações foram estabelecidas entre os teores no solo e em plantas de milho. Os maiores teores de Zn e Cu ocorreram com o uso do Mehlich 1 (1:10), com filtragem após decantação, e Mehlich 3 (1:10), com filtragem imediata e filtragem após decantação. Nos estudos de correlação entre os extratores, a metodologia-padrão dos laboratórios do Paraná, a qual usa o Mehlich 1, com filtragem após decantação, obteve boa correlação, na determinação do Zn, com o Mehlich 1 (1:10) e (1:5), com filtragem imediata ou após decantação de 16h; na determinação do Mn e Fe, a metodologia-padrão apresentou melhor correlação com o DTPA e com o Mehlich 3, com filtragem imediata ou após decantação. Para a determinação do Cu houve equivalência entre todas as metodologias de extração.

Keywords : micronutrientes; disponibilidade; solos paranaenses.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese