SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número1Fungigação por gotejamento no controle da pinta preta do tomateiro índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Acta Scientiarum. Agronomy

versão On-line ISSN 1807-8621

Resumo

GONELI, André Luís Duarte; CORREA, Paulo Cesar; MAGALHAES, Felipe Elia de Almeida  e  BAPTESTINI, Fernanda Machado. Contração volumétrica e forma dos frutos de mamona durante a secagem. Acta Sci., Agron. (Online) [online]. 2011, vol.33, n.1, pp. 01-08. ISSN 1807-8621.  http://dx.doi.org/10.4025/actasciagron.v33i1.4629.

O objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito da variação do teor de água na contração volumétrica, dimensões características e forma dos frutos de mamona durante a secagem. Foram utilizados frutos colhidos com teor de água de 2,50 (b.s.), secos à temperatura de 40ºC até o teor final de 0,11 (b.s.). O tamanho dos frutos foi determinado por meio da variação do volume e a forma foi analisada pela esfericidade e circularidade. A contração volumétrica dos frutos foi determinada pela relação entre o volume em cada teor de água e o volume inicial. Com base nos resultados, concluiu-se que a forma dos frutos de mamona é influenciada pela redução do teor de água, promovendo redução da esfericidade e circularidade. As dimensões características (comprimento, largura e espessura) e o diâmetro geométrico médio dos frutos sofrem redução de suas magnitudes com a redução do teor de água. A redução do teor de água influencia a contração volumétrica unitária e da massa dos frutos de mamona, provocando redução de seus valores em 46,0 e 63,0%, respectivamente. O modelo polinomial, dentre aqueles testados, foi o que melhor representou o fenômeno da contração volumétrica da massa e unitária dos frutos de mamona.

Palavras-chave : Ricinus communis L.; propriedades físicas; contração volumétrica.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português