SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 número3Determinação da contração volumétrica dos grãos de pinhão-manso durante a secagemEspécies de fungos que causam oídio em casas de vegetação cultivadas com pepino e melão no Estado do Paraná, Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Scientiarum. Agronomy

versão On-line ISSN 1807-8621

Resumo

OLIVEIRA, Evandro Chaves de et al. Desempenho do modelo CROPGRO-Dry bean na simulação do rendimento de feijão (Phaseolus vulgaris L.). Acta Sci., Agron. [online]. 2012, vol.34, n.3, pp.239-246. ISSN 1807-8621.  https://doi.org/10.1590/S1807-86212012000300002.

O presente trabalho teve como objetivo avaliar o modelo CROPGRO-Dry bean como ferramenta de previsão de rendimento de feijão (Phaseolus vulgaris L.), tendo como base as cultivares 'Pérola', 'Ouro Negro' e 'Ouro Vermelho', cultivados em Viçosa, Estado de Minas Gerais. O ajuste dos coeficientes genéticos do modelo foi obtido a partir de dois experimentos realizados em 2003, um conduzido com irrigação e outro em condições de sequeiro. Além destes, outro experimento foi conduzido em 2004, com irrigação. Após o ajuste dos coeficientes, realizou-se a simulação do rendimento do feijoeiro com base em dados de 31 safras entre o período de 1975 a 2006. As simulações foram baseadas em dados meteorológicos diários de temperaturas máxima e mínima do ar, precipitação pluvial e radiação solar global, características físico-hídricas do solo e dados de manejo da cultura. Por meio das análises realizadas nas simulações, verificou-se que o modelo mostrou-se viável como ferramenta para a previsão de rendimento do feijão, obtendo-se estimativa adequada de rendimento com 30 dias de antecedência da colheita.

Palavras-chave : simulação por computador; DSSAT; cultivares; Phaseolus vulgaris, produtividade; previsão de safra.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons