SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 número3Desempenho do modelo CROPGRO-Dry bean na simulação do rendimento de feijão (Phaseolus vulgaris L.)Ensacamento de frutos de Annona crassiflora contra broqueadores de frutos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Scientiarum. Agronomy

versão On-line ISSN 1807-8621

Resumo

AGUIAR, Bárbara de Melo et al. Espécies de fungos que causam oídio em casas de vegetação cultivadas com pepino e melão no Estado do Paraná, Brasil. Acta Sci., Agron. [online]. 2012, vol.34, n.3, pp.247-252. ISSN 1807-8621.  https://doi.org/10.1590/S1807-86212012000300003.

O oidio, causado por Oidium sp. é uma importante doença para espécies de plantas cultivadas da família das cucurbitáceas. Apesar das espécies teleomórficas Podosphaera xanthii e Golovinomyces cichoracearum já terem sido citadas como causadoras de oídio no Brasil, geralmente em trabalhos publicados atualmente tem-se referenciado somente a P. xanthii como agente causal dessa doença em cucurbitáceas em cultivo convencional. Por isso, este trabalho teve como objetivo identificar e quantificar a freqüência de ocorrência dessas duas espécies causadoras de oídio nas culturas de pepino (Cucumis sativus) e melão nobre (Cucumis melo var. reticulatus) conduzidas em estufas plásticas no Estado do Paraná. Para a identificação de P. xanthii e G. cichoracearum utilizaram-se as características morfológicas dos conídios (fase anamórfica), presença de corpos de fibrosina no interior dos conídios e características do tubo germinativo dos conídios. A amostragem foi realizada coletando-se folhas das plantas apresentando alta severidade de oidio em 13 estufas plásticas em 2003/2004 em diferentes regiões do estado do Paraná. Em todas as 13 estufas plásticas ocorreu à presença de P. xanthii em alta prevalência (80-100%). Entretanto, a presença de G. cichoracearum foi observada em seis estufas plásticas, apresentando freqüência de conídios característicos da espécie de até 20% nas amostras avaliadas.

Palavras-chave : caracterização morfológica; enxertia; Podosphaera xanthii; Golovinomyces cichoracearum.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons