SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 issue3The influence of rootstock and time of harvest on the fruit quality during storage of in two grapefruit cultivarsUltrastructural and cytochemical analysis of physic nut callus tissue in response to different combinations of growth regulators author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Acta Scientiarum. Agronomy

Print version ISSN 1679-9275On-line version ISSN 1807-8621

Abstract

MARQUES, Tadeu Alcides et al. Valor de ATR da cana-de-açúcar em função de teores de bioenergia e açúcar. Acta Sci., Agron. [online]. 2015, vol.37, n.3, pp.347-353. ISSN 1679-9275.  https://doi.org/10.4025/actasciagron.v37i3.19065.

No caso particular da cana-de-açúcar, os produtores são remunerados atualmente no Brasil pelo teor de açúcares totais recuperáveis (ATR) que a matéria-prima apresenta ao chegar à indústria, segundo CONSECANA: ATR = 9,6316*PC+9,15*AR, onde PC é a Pol da cana (sacarose aparente) e ARC são os açúcares redutores da cana (glicose +frutose). O objetivo do projeto foi propor alterações nos procedimentos utilizados para determinação matemática do ATR, estimando pelo poder calorífico do bolo úmido e peso do bolo úmido. O modelo final proposto fica então: ATR = 25,9892 + 0,02172* PCbu* PBU +0,536* PBU - 4,14* PCbu + 4,8158*PC + 4,575* ARC. Assim tem-se o ATR calculado em função do Poder calorífico do bolo úmido (PCbu), peso do bolo úmido (PBU), Pol da cana (PC) e Açúcares Redutores da Cana (ARC). Desta forma inclui-se na estimativa dos valores de ATR o Poder calorífico do bolo úmido, que reflete a bioenergia da fibra, peso do bolo úmido que estima a fibra da cana, alem dos fatores já existentes, Pol da cana e Açúcares Redutores da cana. O modelo proposto estimou valores de ATR 11,08% superiores que o modelo Consecana.

Keywords : Saccharum; qualidade; biomassa.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )