SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 número3Metodologia para dimensionamento de reservatórios de captação de águas pluviais: uma abordagem probabilísticaMutação da Trp-574-Leu do gene ALS confere resistência de biótipos de nabo ao herbicida iodosulfurom e imazetapir índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Scientiarum. Agronomy

versão impressa ISSN 1679-9275versão On-line ISSN 1807-8621

Resumo

OLIVEIRA, Daniel Emanuel Cabral de; RESENDE, Osvaldo; COSTA, Lílian Moreira  e  SILVA, Hellismar Wakson da. Propriedades termodinâmicas dos frutos de crambe. Acta Sci., Agron. [online]. 2017, vol.39, n.3, pp.291-298. ISSN 1807-8621.  https://doi.org/10.4025/actasciagron.v39i3.32516.

O objetivo no presente trabalho foi determinar e avaliar as propriedades termodinâmicas para diferentes teores de água de equilíbrio dos frutos de crambe. Para obter os dados experimentais utilizou-se o método dinâmico-gravimétrico. Foram utilizados frutos de crambe, com teor de água inicial de, aproximadamente, 26 % b.s. (base seca). A dessorção do produto em camada delgada foi realizada para diferentes condições controladas de temperatura (25, 30, 35, 40 e 45°C) e atividades de água entre 0,10 e 0,89, até que o produto atingisse seu teor de água de equilíbrio com a condição do ar especificada. Conclui-se que as propriedades termodinâmicas dos frutos de crambe são influenciadas pelas temperaturas e pelos teores de água. A teoria da isocinética é válida para o processo de dessorção, sendo este controlado pela entalpia. A energia livre de Gibbs é positiva para todas as temperaturas estudadas, indicando que a dessorção da água é um processo não espontâneo.

Palavras-chave : Crambe abyssinica; entalpia; entropia; energia livre de Gibbs.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )