SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.40Imagens radiográficas e a relação da morfologia interna com o potencial fisiológico de sementes de brócolisSistemas de cultivo em calhas x vasos com recirculação do lixiviado e níveis de desfolha para minitomates índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Scientiarum. Agronomy

versão impressa ISSN 1679-9275versão On-line ISSN 1807-8621

Resumo

SILVA, Laércio Junio da; DIAS, Denise Cunha Fernandes dos Santos; SEKITA, Marcelo Coelho  e  FINGER, Fernando Luiz. Peroxidação de lipídios e enzimas antioxidativas em sementes de Jatropha curcas L. armazenadas em diferentes estágios de maturação. Acta Sci., Agron. [online]. 2018, vol.40, e34978.  Epub 05-Fev-2018. ISSN 1679-9275.  http://dx.doi.org/10.4025/actasciagron.v40i1.34978.

O objetivo do presente trabalho foi avaliar a atividade de enzimas antioxidativas e a peroxidação de lipídios durante o armazenamento de sementes de J. curcas em diferentes estádios de maturação. Foram utilizadas sementes extraídas de frutos colhidos com coloração externa da casca amarela, amarela-marrom e marrom (frutos secos). As sementes foram armazenadas por 18 meses, em embalagem de papel Kraft em ambiente de laboratório. Inicialmente e a cada três meses, as sementes foram avaliadas quanto à germinação e condutividade elétrica, e os embriões das sementes foram avaliados quanto a peroxidação de lipídios, conteúdo de proteínas e atividade das enzimas superóxido dismutase, peroxidases e peroxidase do ascorbato. Em geral, as sementes dos três estádios de maturação dos frutos não diferiram quanto à germinação durante todo o período de armazenamento, embora tenha sido observada uma redução da germinação a partir de nove meses de armazenamento. Houve redução no conteúdo de proteína e na atividade das enzimas antioxidantes no embrião das sementes dos três estádios de maturação, com exceção da superóxido dismutase. Não foi observada relação entre a redução da viabilidade das sementes e a peroxidação de lipídios. Sementes de J. curcas com elevada qualidade inicial podem ser armazenadas sob condições ambientais por até 9, 15 e 15 meses, para os estádios de coloração dos frutos marrom (frutos secos), amarelo-marrom e amarelo, respectivamente, sem redução significativa da germinação, mas com redução no vigor das sementes.

Palavras-chave : pinhão manso; maturação e deterioração de sementes; atividade enzimática; conteúdo de malonaldeído.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )