SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número3Valor nutritivo da silagem de dez híbridos de milhoPotencial probiótico de lactobacilos de origem suína índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Acta Scientiarum. Animal Sciences

versão On-line ISSN 1807-8672

Resumo

COPATTI, Carlos Eduardo et al. Efeito do sal na dieta e do pH da água no crescimento de juvenis de jundiá. Acta Sci., Anim. Sci. [online]. 2011, vol.33, n.3, pp.261-266. ISSN 1807-8672.  https://doi.org/10.4025/actascianimsci.v33i3.11192.

Este estudo verificou o melhor nível de dieta de sal para o crescimento e regulação iônica de juvenis de jundiá em diferentes níveis de pH da água (5,5; 7,0 e 9,0). A dieta controle foi suplementada com 0,5; 1,0 e 2,0% de NaCl. Juvenis foram coletados aos 15 e 35 dias de experimento para análise dos fluxos líquidos de Na+. A exposição de juvenis de jundiá para águas ácidas ou alcalinas não afetou sua sobrevivência. Exemplares alimentados com dietas sem adição de NaCl e expostos em pH 7,0 mostraram peso, comprimento, taxa de crescimento específico e biomassa/tanque significativamente maiores que aqueles expostos em pH 5,5. Distúrbios ionorregulatórios em jundiás mantidos em todos os pH são menos pronunciados quando em exemplares alimentados com dietas com maior suplmentação de sal (1,0-2,0% NaCl). O aumento de NaCl na dieta reduziu a perda de Na+ corporal e protegeu contra o impacto da acidez da água no crescimento dos juvenis.

Palavras-chave : águas ácidas; águas alcalinas; dieta de NaCl.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons