SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 issue2Forage supply in thinned Caatinga enriched with buffel grass (Cenchrus ciliaris L.) grazed by goats and sheepIn situ dry matter and fiber fraction degradability of the Mineirão stylos author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Acta Scientiarum. Animal Sciences

On-line version ISSN 1807-8672

Abstract

MERCES, Lucas Mercês e et al. Horário alternativo de ordenha e o comportamento ingestivo de vacas mestiças leiteiras em sistema de produção a pasto. Acta Sci., Anim. Sci. [online]. 2012, vol.34, n.2, pp. 197-202. ISSN 1807-8672.  http://dx.doi.org/10.4025/actascianimsci.v34i2.12476.

Objetivou-se avaliar a influência do horário de ordenha no comportamento ingestivo de vacas mestiças leiteiras no sistema de produção com o bezerro em pé. O experimento teve duração de 48 dias, no qual foram utilizadas 16 vacas leiteiras mestiças, com diferentes composições genéticas, em ensaio rotativo, com avaliação por período de 12 dias. Os tratamentos avaliados foram horário de ordenha tradicional (5h 30 min.) e alternativo (8h). As vacas foram submetidas à observação visual para avaliação do comportamento ingestivo. Os animais foram avaliados a cada 5 min. durante 24h, para determinação do tempo despendido em alimentação, ruminação e outras atividades. Os tempos gastos com estes itens não foram influenciados (p > 0,05) pelos tratamentos. Houve efeito significativo (p < 0,05) para o número de períodos de ruminação, que foi menor na ordenha das 5h 30 min. O número de bocados por minuto diferiu (p < 0,05) e foi menor no horário alternativo. A realização da ordenha no horário alternativo não influenciou os tempos de alimentação, ruminação e outras atividades. Todavia, influenciou os números de períodos de ruminação e de bocado por minuto.

Keywords : ingestão; pastagem; ruminação.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese