SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.80 número4Parasitismo de ovos de Tibraca limbativentris Stål (Hemiptera: Pentatomidae) em lavoura de arroz irrigado, Eldorado do Sul, RS índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Arquivos do Instituto Biológico

versão On-line ISSN 1808-1657

Resumo

BARZOTTO, Ionete Lúcia Milani  e  ALVES, Luis Francisco Angeli. Bioecologia e manejo de Gyropsylla spegazziniana em erva-mate. Arq. Inst. Biol. [online]. 2013, vol.80, n.4, pp.457-464. ISSN 1808-1657.  https://doi.org/10.1590/S1808-16572013000400015.

A erva-mate (Ilex paraguariensisSt. Hil.) compõe um dos segmentos agroindustriais mais antigos e característicos da região Sul do Brasil, caracterizando-se como uma importante atividade socioeconômica. Para abastecer o mercado consumidor de derivadsupos da erva-mate, foi necessário reflorestar áreas com essa planta, o que simplificou o ecossistema e favoreceu algumas espécies de insetos fitófagos, os quais adquiriram status de praga. Nesse contexto, destaca-se a "ampola" da erva-mate Gyropsylla spegazziniana (Hemiptera: Psyllidae) (Lizer e Treles) pela severidade de danos. Não existem inseticidas registrados para o controle dessa praga no Brasil, e diversos estudos apontam para o manejo populacional da praga. Assim, o objetivo desta revisão é reunir informações sobre a bioecologia e as alternativas de manejo de forma a facilitar o entendimento da complexidade do controle de pragas no agroecossistema da erva-mate.

Palavras-chave : Ilex paraguariensis A. St. Hil; pragas; Psyllidae; MIP.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )