SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.81 issue1First record of the sugarcane froghoppers Mahanarva spectabilis (Distant) and Mahanarva liturata (Le Peletier & Serville) infesting sugarcane plantations in the region of Goianésia (GO), Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos do Instituto Biológico

On-line version ISSN 1808-1657

Abstract

HIGINO, Severino Silvano dos Santos  and  AZEVEDO, Sérgio Santos de. Leptospirose em pequenos ruminantes: situação epidemiológica atual no Brasil. Arq. Inst. Biol. [online]. 2014, vol.81, n.1, pp.86-94. ISSN 1808-1657.  https://doi.org/10.1590/S1808-16572014000100017.

A leptospirose em pequenos ruminantes é uma doença que pode causar perdas econômicas devido à ocorrência de abortamentos, natimortalidade e diminuição da produção de leite. A infecção pode se apresentar nas formas aguda, crônica e inaparente. Na forma aguda, pode ocorrer anorexia, depressão, dificuldade respiratória, febre, hemoglobinemia e hemoglobinúria. Na forma crônica, abortamentos e natimortalidade são comuns. Vários inquéritos sorológicos recentes conduzidos no Brasil apontaram frequências de soropositividade variando de 3,4 a 31,3% em caprinos, e de 0,7 a 34,6% em ovinos. Os sorovares reatores mais frequentes foram Autumnalis, Grippotyphosa, Hardjo, Icterohaemorrhagiae e Pyrogenes. O teste de soroaglutinação microscópica é o método mais empregado para o diagnóstico da infecção. O controle da leptospirose em pequenos ruminantes é baseado na identificação de fontes de infecção, controle de roedores, controle da aquisição de animais e imunização sistemática com vacinas inativadas que contenham sorovares de leptospiras regionais.

Keywords : Leptospira spp.; pequenos ruminantes; epidemiologia; controle; prevenção.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )