SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.81 número3Fontes de infecção e perfil de suscetibilidade aos antimicrobianos de Salmonella sp. isoladas no fluxo de produção de frangos de corteOcorrência de Escherichia coli O157:H7 e O26 sorbitol negativas em matadouro frigorífico de bovino e suscetibilidade a antimicrobianos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Arquivos do Instituto Biológico

versão On-line ISSN 1808-1657

Resumo

MINEIRO, Ana Lys Bezerra Barradas et al. Avaliação do controle de leptospirose por vacinação em bovinos de propriedade leiteira no estado do Piauí. Arq. Inst. Biol. [online]. 2014, vol.81, n.3, pp.202-208. ISSN 1808-1657.  https://doi.org/10.1590/1808-1657001132012.

Neste estudo foram colhidos soros de 255 vacas e 2 touros no período de 2004 a 2009, em intervalos de seis meses, em uma fazenda de gado leiteiro no município de Buriti dos Lopes, Piauí. Pela técnica de soroaglutinação microscópica (SAM), os sorovares de leptospiras encontrados foram Hardjobovis, Hardjoprajitno (Norma), Hardjoprajitno (OMS). Para o controle da leptospirose, foi testada uma vacina contendo os mesmos sorovares encontrados infectando o rebanho. Os resultados mostraram que em bovinos leiteiros na bacia de Parnaíba, no Piauí, ocorre leptospirose, com predominância do sorovar Hardjobovis. A utilização de uma vacina contendo as sorovariedades mais prevalentes no rebanho, aplicada semestralmente ao longo de cinco anos, foi importante para a redução dos títulos de anticorpos, além de reduzir os problemas reprodutivos no rebanho.

Palavras-chave : bovino de leite; imunoterapia; sorovares de leptospiras; vacina; problemas reprodutivos.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )