SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.84Desempenho, sorologia e respostas traqueias de galinhas poedeiras expostas a cepa F de Mycoplasma gallisepticumDois métodos para isolamento de Bacillus spp. endofíticos e edáficos de canaviais índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Arquivos do Instituto Biológico

versão On-line ISSN 1808-1657

Resumo

FRIZZAS, Marina Regina; OLIVEIRA, Charles Martins de  e  OMOTO, Celso. Diversidade de insetos sob a influência do milho Bt e inseticidas. Arq. Inst. Biol. [online]. 2017, vol.84, e0062015.  Epub 22-Jan-2018. ISSN 1808-1657.  https://doi.org/10.1590/1808-1657000062015.

O milho geneticamente modificado visando ao controle de lagartas tem sido amplamente utilizado no Brasil. Em estudo de campo realizado em Ponta Grossa (Paraná, Brasil), compararam-se, com base na diversidade (riqueza de espécies e abundância), os efeitos do milho Bt e do controle químico sobre a comunidade de insetos, grupos funcionais e espécies. A comunidade de insetos foi amostrada no milho geneticamente modificado MON810, que expressa a proteína Cry1Ab de Bacillus thuringiensis Berliner, e no milho convencional com e sem a aplicação de inseticidas (lufenuron e lambda-cialotrina). As amostragens foram realizadas por meio da coleta de insetos utilizando-se armadilha de queda, bandeja-d’água e cartão adesivo. Foram coletados 253.454 insetos, distribuídos em nove ordens, 82 famílias e 241 espécies. Não foram observadas diferenças na comunidade de insetos para os índices de riqueza, diversidade e equitabilidade nos tratamentos avaliados. Predadores e polinizadores foram mais abundantes no milho geneticamente modificado, e parasitoides, decompositores, sugadores e mastigadores, no milho convencional com inseticida. Diferenças significativas foram detectadas para as espécies Colopterus sp., Colaspis occidentalis (L.) e Nusalala tessellata (Gerstaecker), mais abundantes no milho Bt, e Dalbulus maidis e Condylostylus sp.2, mais abundantes no milho convencional.

Palavras-chave : Cry1Ab; biodiversidade; piretroide; inimigos naturais.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )