SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.85Serum epidemiological survey and risk factors investigation for lentivirus in goats from Sisal Region, Bahia, BrazilAnaplasma phagocytophilum direct detection and exposure evidence in equines from two breeding farms from Minas Gerais State, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos do Instituto Biológico

Print version ISSN 0020-3653On-line version ISSN 1808-1657

Abstract

RAMOS, Joelson Marcolino et al. Isolamento e identificação de Mycobacterium bovis em bovinos positivos no teste de tuberculinização no estado da Paraíba, nordeste do Brasil. Arq. Inst. Biol. [online]. 2018, vol.85, e0842016.  Epub Aug 23, 2018. ISSN 0020-3653.  https://doi.org/10.1590/1808-1657000842016.

Em áreas onde a tuberculose humana e a tuberculose bovina coexistem, a diferenciação entre M. bovis e M. tuberculosis é importante para monitorar a disseminação de M. bovis entre bovinos e destes para os seres humanos. Objetivou-se neste estudo isolar e identificar M. bovis em bovinos com diagnóstico positivo pelo teste de tuberculinização no estado da Paraíba, nordeste do Brasil. Foram submetidos 32 bovinos positivos ao teste de tuberculinização comparativa, dos quais foram colhidas amostras de qualquer órgão com lesões sugestivas de tuberculose, e, nos casos em que não foram observadas lesões sugestivas, foram colhidas amostras de linfonodos. As amostras foram submetidas a exame histopatológico, cultivo micobacteriológico, coloração de Ziehl-Neelsen e diagnóstico molecular. Apresentaram lesões sugestivas de tuberculose 21 animais (65,6%). Com relação à distribuição das lesões de acordo com a região corporal, 77,7% localizavam-se na cavidade torácica, 12,4% na cabeça e 9,9% na cavidade abdominal. De 55 amostras submetidas ao cultivo de micobactérias, em 31 (56,4%) foram isoladas micobactérias, sendo que em 13 (41,9%) foi identificado M. bovis, e nas 18 restantes (58,1%) foi identificado Mycobacterium spp. Conclui-se que o isolamento e a identificação de M. bovis e Mycobacterium spp. em bovinos indicam que os seres humanos estão expostos ao risco de infecção. Isso reforça a necessidade de intensificação e otimização de medidas de prevenção e controle previstas no Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose Bovina. Sugere-se a realização de estudos de isolamento e identificação de micobactérias em outros estados do Nordeste.

Keywords : bovino; imunodiagnóstico; isolamento e identificação molecular; micobactérias.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )