SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.8 número2Artrodese cervical anterior em três e quatro níveis com dispositivo intersomático não associado à placa cervicalAcesso anterior das lesões da junção cérvicotorácica: série de casos e revisão da literatura índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Coluna/Columna

versão impressa ISSN 1808-1851

Resumo

AVANZI, Osmar et al. Tratamento conservador da fratura toracolombar do tipo explosão: análise radiográfica da cifose pós-traumática. Coluna/Columna [online]. 2009, vol.8, n.2, pp. 148-152. ISSN 1808-1851.  http://dx.doi.org/10.1590/S1808-18512009000200009.

INTRODUÇÃO: a cifose pós-traumática é uma complicação do tratamento conservador da fratura toracolombar tipo explosão. A maioria das séries avalia todos os subtipos de Magerl e discute seus achados com base na perda média de cifose no acompanhamento. OBJETIVO: avaliação do desfecho radiográfico quanto à cifose nos portadores de fraturas do subtipo A3 de Magerl de acordo com a variação das médias entre os indivíduos após acompanhamento mínimo de um ano. MÉTODOS: estudo retrospectivo com 36 pacientes submetidos à realização de gesso antigravitacional ou colete TLSO. A mensuração da cifose foi realizada pelo método de Cobb no momento da admissão no hospital e no final do acompanhamento médio de 66 meses. RESULTADOS: não houve diferença estatística entre a cifose antes e após o tratamento (12,2° versus 13,4°; p=0,2544). CONCLUSÃO: a cifose radiográfica no final do acompanhamento é similar à cifose encontrada nas radiografias iniciais neste grupo de pacientes.

Palavras-chave : Fraturas da coluna vertebral [terapia]; Fraturas da coluna vertebral [complicações]; Cifose [radiografia]; Resultado de tratamento.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · pdf em Português