SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 issue4Preoperative evaluation for the use of cranial halo traction in the spine treatment of rigid deformitiesArthrodesis spine: satisfaction evaluation of the caregivers of patients with Rett syndrome author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Coluna/Columna

Print version ISSN 1808-1851

Abstract

SILVA, Rafael Barreto et al. Avaliação da dor e morbidade local da retirada do enxerto ósseo da crista ilíaca para artrodese cervical anterior. Coluna/Columna [online]. 2010, vol.9, n.4, pp. 424-429. ISSN 1808-1851.  http://dx.doi.org/10.1590/S1808-18512010000400014.

OBJETIVO: avaliar as possíveis complicações associadas à retirada de enxerto da crista ilíaca anterior em cirurgia para artrodese cervical anterior, em especial a dor residual. MÉTODOS: foi realizado estudo retrospectivo com análise de prontuários e aplicação de questionário via telefone com 20 pacientes no período compreendido entre Agosto de 2008 e Novembro de 2009. Todos os pacientes foram submetidos à mesma técnica cirúrgica para extração do enxerto, sendo operados pela mesma equipe no Hospital de Clinicas da Unicamp (HC Unicamp). As variantes analisadas foram dor residual, taxa de infecção, lesão neurológica ou vascular e ocorrência de fratura da asa do ilíaco. Os dados foram colocados em uma tabela e as médias e porcentagens foram calculadas. RESULTADOS: dos 20 pacientes, 12 homens e 8 mulheres, com média de idade de 51,75 anos (29-74) e follow-up médio de 11,83 meses (2-29), não houve nenhuma lesão grave, como fratura, lesão arterial ou neurológica. Houve um caso de infecção superficial (5%) e 25% dos pacientes queixaram-se de desconforto leve e dificuldade para deambular não incapacitante. CONCLUSÃO: a retirada de enxerto da crista ilíaca anterior está associada a muitas complicações, sendo importante o conhecimento de outras opções de enxerto e exposição ao paciente das possíveis complicações. Por meio deste levantamento, não verificamos nenhuma complicação grave, e o percentual de pacientes com dor residual acompanha os achados na literatura, podendo ser diminuído com uma dissecção cuidadosa da crista ilíaca.

Keywords : Artrodese; Enxerto ósseo; Comorbidades; Dissecção.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese