SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.9 issue4Retrospective study of cervical arthrodesis with autograft versus hydroxyapatite graftIntraobserver and interobserver reproducibility of Fujiwara rating of interspinous ligament by magnetic resonance imaging and relationship between lumbar disc degeneration and interspinous ligament degeneration author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Coluna/Columna

Print version ISSN 1808-1851

Abstract

BORBA, Alexandre Coutinho et al. Papel da videoendoscopia da laringe no diagnóstico de lesão do nervo laríngeo recorrente na abordagem cervical anterior. Coluna/Columna [online]. 2010, vol.9, n.4, pp. 445-449. ISSN 1808-1851.  http://dx.doi.org/10.1590/S1808-18512010000400018.

INTRODUÇÃO: o reconhecimento da lesão do nervo laríngeo recorrente (NLR) após tratamento cirúrgico de hérnia discal cervical via anterior é importante na evolução clínica do paciente e, em especial, nos casos de reintervenção. O real papel da videoendoscopia da laringe (VEL) de rotina no pós-operatório não tem sido completamente estudado. OBJETIVO: identificar a prevalência de lesões do NLR em pacientes sintomáticos ou não através da VEL após cirurgia de hérnia cervical via anterior. MÉTODOS: no período de Junho de 2009 a Julho de 2010 selecionamos 30 pacientes submetidos a tratamento cirúrgico de hérnia discal no Hospital São Lucas da PUC-RS. Realizou-se avaliação por VEL no pré-operatório e no décimo dia após a cirurgia. Pacientes que apresentaram um resultado anormal da VEL foram considerados com lesão do NLR e foram reavaliados mensalmente até a recuperação espontânea, ou no período máximo de seis meses, quando a lesão foi considerada definitiva. RESULTADOS: encontramos evidência de lesão do NLR em 3/30 (10%) dos pacientes, sendo que todos se apresentavam assintomáticos no momento do exame. Dentre as lesões, 2/30 (66,6%) ocorreram após abordagem cirúrgica pelo lado direito e 1/30 (33,3%) pelo lado esquerdo. Não encontramos nenhuma lesão definitiva, sendo o período máximo de recuperação de 120 dias. CONCLUSÃO: a avaliação por VEL no período pós-operatório pode ser útil para diagnosticar lesões do NLR, principalmente em pacientes assintomáticos. A falta de suspeita clínica não exclui a possibilidade de lesão do LNR.

Keywords : Laringoscopia; Nervo laríngeo recorrente [lesões]; Deslocamento do disco intervertebral [cirurgia]; Complicações pós-operatórias.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese