SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 número2Avaliação retrospectiva dos casos de síndrome de Grisel (fixação rotatória C1-C2) no IOT-HCFMUSPEscoliose idiopática do adolescente (eia): perfil clínico e radiográfico da lista de espera para tratamento cirúrgico em hospital terciário de alta complexidade do Sistema Público de Saúde Brasileiro índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Coluna/Columna

versão impressa ISSN 1808-1851

Resumo

JACOB JUNIOR, Chárbel; GALVES, Jefferson Alves; SANTOS, Francisco Prado Eugênio dos  e  OLIVEIRA, Carlos Eduardo Algaves Soares de. Estudo de acurácia em cirurgia assistida por navegação na revisão cirúrgica de deformidade vertebral. Coluna/Columna [online]. 2011, vol.10, n.2, pp. 106-110. ISSN 1808-1851.  http://dx.doi.org/10.1590/S1808-18512011000200005.

OBJETIVO: Avaliar as vantagens da cirurgia com navegação na revisão cirúrgica de deformidades vertebrais, verificando a acurácia deste método. MÉTODO: Foram revisados cincos pacientes com deformidades vertebrais que tiveram intercorrências na primeira cirurgia. Esses pacientes foram submetidos a um estudo de tomografia computadorizada (TC) com cortes de 2mm da coluna vertebral antes da segunda cirurgia. Nos cinco pacientes submetidos a reabordagem cirúrgica procedeu-se a instrumentação posterior com auxílio da navegação. Foram 84 parafusos pediculares implantados, sendo que 33 destes parafusos foram assistidos por computação. A navegação foi empregada nos níveis da deformidade vertebral onde a anatomia apresentava-se alterada inviabilizando o correto uso dos parâmetros anatômicos para inserção de parafusos pediculares. Nos demais níveis onde era possível a correta identificação desses parâmetros anatômicos foi utilizada a técnica padrão. A TC pós-operatória foi realizada para aferição do posicionamento dos parafusos pediculares. Avaliamos os resultados obtidos no posicionamento com e sem o uso da navegação. O tempo de fluoroscopia e o tempo da cirurgia também foram comparados com o padrão ouro da literatura. RESULTADOS: Dos 33 parafusos implantados com navegação observou-se uma acurácia de 94%, com uma taxa de violação pedicular de 6%. CONCLUSÕES: O uso da navegação é importante nas revisões cirúrgicas das deformidades vertebrais com anatomia alterada, influenciando no bom resultado final da cirurgia.

Palavras-chave : Cirurgia assistida por computação; Reoperação; Escoliose.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · pdf em Português