SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 número1Evaluación de las técnicas quirúrgicas para el tratamiento de la mielorradiculopatía cervical espondilóticaEstudio descriptivo sobre el primer esfuerzo conjunto en la cirugía electiva de Brasil para el tratamiento de la escoliosis índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Coluna/Columna

versión impresa ISSN 1808-1851

Resumen

MELUZZI, Alexandre et al. Fatores prognósticos associados ao tratamento cirúrgico da mielorradiculopatia espondilótica cervical. Coluna/Columna [online]. 2012, vol.11, n.1, pp.52-62. ISSN 1808-1851.  http://dx.doi.org/10.1590/S1808-18512012000100010.

OBJETIVO: Identificar os fatores clínicos dos indivíduos, fatores sociais, ambientais e dos exames de imagem que se correlacionam ao resultado final de melhora neurológica em pacientes submetidos ao tratamento cirúrgico da mielopatia espondilótica cervical. MÉTODOS: A avaliação clínica foi quantificada pela escala deficitária da JOA. Analisamos 200 casos de mielorradiculopatia cervical, operados no HC-FMUSP, no período de janeiro de 1993 a janeiro de 2007. A média de segmento foi de 06 anos e 08 meses. A análise radiológica foi baseada nos critérios de instabilidade de White e scala de Kellgren. RESULTADOS: Em 80% houve melhora, 14% estabilização e em 6% piora do quadro neurológico. A piora neurológica não foi associada com nenhum fator clínico, ambiental ou de imagem. A melhora neurológica foi diretamente proporcional a menor idade na cirurgia, ausência de co-morbidade, sinal de Hoffman, atrofia muscular, hipersinal medular na RNM, menor período de evolução pré-operatório, melhor status neurológico pré-operatório e inversamente proporcional ao diâmetro AP do canal medular e multiplicidade de compressões. Identificou-se associação com o tabagismo. Mais de 70 anos, evolução superior a 24 meses, atrofia muscular, pontuação JOA igual ou inferior a sete pontos e diâmetro AP do canal inferior ou igual a seis mm não foram associado à melhora.

Palabras clave : Doenças da medula espinal ou mielopatia; Descompressão cirúrgica; Estenose espinal.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons