SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 issue3PRELIMINARY RESULTS OF VERTEBRAL CANAL DECOMPRESSION BY SPINOUS PROCESS SPLITTINGSURGERY FOR ADULT SPINAL SCOLIOSIS: DO THE BENEFITS OUTWEIGH THE RISKS? author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Coluna/Columna

Print version ISSN 1808-1851On-line version ISSN 2177-014X

Abstract

TELES FILHO, RICARDO VIEIRA et al. ASPECTOS GENÉTICOS DA ESCOLIOSE IDIOPÁTICA – UMA REVISÃO DE LITERATURA. Coluna/Columna [online]. 2019, vol.18, n.3, pp.236-239.  Epub Sep 02, 2019. ISSN 2177-014X.  https://doi.org/10.1590/s1808-185120191803212974.

A escoliose idiopática (EI) é a forma mais comum de deformidade da coluna vertebral. Porém, a patogênese ainda permanece mal compreendida. Diversos estudos apresentam evidências que o componente genético no desenvolvimento da EI é determinante. Nesse sentido, um foco crescente foi colocado na identificação de genes, polimorfismos genéticos associados e múltiplos loci de susceptibilidade. A presente revisão destaca os genes e polimorfismos genéticos atualmente estudados, indicados como tendo influência na gênese da EI, como os genes MMP-3, IL-6, do colágeno tipo 1, de receptores de vitamina D e de estrógenos. Conclui-se que a EI permanece uma doença complexa, com antecedentes poligênicos, e que os polimorfismos genéticos estão intrinsecamente relacionados à esta condição . Nível de evidência III; Revisão Narrativa.

Keywords : Adolescente; Escoliose; Coluna Vertebral; Genética; Polimorfismo Genético.

        · abstract in English | Spanish     · text in English     · English ( pdf )