SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 issue2RADIOGRAPHIC EVOLUTION AND CERVICAL SAGITAL BALANCE OF LAMINOPLASTY VERSUS LAMINECTOMY IN PATIENTS WITH CERVICAL SPONDYLOTIC MYELOPATHYRADIOGRAPHIC ANALYSIS OF THE RESULTS OF ANTERIOR INTERNODY ARTHRODESIS ON THE SAGITTAL LUMBOPELVIC PARAMETERS author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Coluna/Columna

Print version ISSN 1808-1851On-line version ISSN 2177-014X

Abstract

RAMOS, GUILHERME ZANDAVALLI et al. INFLUÊNCIA DO ALGORITMO MISDEF NA DECISÃO TERAPÊUTICA DE DEFORMIDADE VERTEBRAL EM ADULTOS. Coluna/Columna [online]. 2020, vol.19, n.2, pp.96-103.  Epub May 15, 2020. ISSN 2177-014X.  https://doi.org/10.1590/s1808-185120201902222428.

Objetivo

A decisão terapêutica em casos de deformidade vertebral em adultos considera inúmeros fatores com consequente variabilidade na opção de tratamento. O objetivo consiste em comparar o impacto do algoritmo MISDEF (minimally invasive spine deformity) na decisão terapêutica em casos de deformidade vertebral em adultos.

Métodos

Análise radiográfica prospectiva de 40 casos de deformidade em adultos. Os casos foram enviados, em duas etapas, para 20 cirurgiões da América Latina que deveriam escolher entre seis opções de tratamento sem e com a utilização do MISDEF.

Resultados

Para as condutas descompressão, descompressão e fusão curta, descompressão e fusão com dispositivo intersomático e osteotomia com extensão para coluna torácica não foram encontradas diferenças significativas quando comparadas às decisões sem e com MISDEF. Para osteotomia, observa-se uma tendência de que o número de cirurgiões que escolhe essa conduta aumenta quando a decisão é feita com MISDEF. Observou-se que o número de cirurgiões que decide por tratamento conservador diminui com a utilização do MISDEF (p<0,001). Em casos com eixo vertical sagital <6 cm ou inclinação pélvica <25° ou IP-LL (incidência pélvica menos lordose lombar) <10° ou curva coronal <20°, houve diminuição da opção por tratamento conservador e aumento da indicação de osteotomia com extensão proximal da fusão com o uso do MISDEF.

Conclusões

Há uma tendência em aumentar as indicações de osteotomia e diminuir a opção por tratamento conservador na tomada de decisão com MISDEF. A utilização do algoritmo não demonstrou impacto expressivo na decisão terapêutica em casos graves de deformidade em adultos. Nível de evidência II; Análise radiográfica prospectiva comparativa.

Keywords : Adulto; Escoliose; Coluna Vertebral; Tratamento Conservador; Osteotomia.

        · abstract in English | Spanish     · text in English     · English ( pdf )