SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 número3Verticalidade, Foco Regulatório e Preços: Quem é Capaz de Conseguir um Bom Negócio?Conservadorismo Contábil e Cultura Nacional índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


BBR. Brazilian Business Review

versão On-line ISSN 1808-2386

Resumo

ROSANO-PENA, Carlos; ALMEIDA, Carlo Aleksandr Rosano de; RODRIGUES, Evaldo César Cavalcante  e  SERRANO, André Luiz Marques. Dependência Espacial da Ecoeficiência da Agricultura em São Paulo. BBR, Braz. Bus. Rev. [online]. 2020, vol.17, n.3, pp.328-343.  Epub 03-Jul-2020. ISSN 1808-2386.  https://doi.org/10.15728/bbr.2020.17.3.5.

Esta pesquisa apresenta um índice de ecoeficiência para os municípios de São Paulo que aponta em quanto é possível maximizar os objetivos econômicos e ambientais, tendo como referência as melhores práticas da região. Para isso, utilizou o método Análise Envoltória de Dados com funções distância direcionais a partir das variáveis clássicas da função produção, multiproduto e da internalização de duas externalidades (uma positiva e outra negativa). Houve uso também das técnicas de análise exploratória de dados espaciais para verificar a autocorrelação espacial e a heterogeneidade espacial do índice calculado. Os resultados indicam que, em média, os municípios podem elevar a produção e as áreas de floresta em 59%, bem como reduzir as áreas degradadas e os insumos na mesma proporção. A análise espacial demonstrou a existência de heterogeneidade e autocorrelação espacial entre os municípios e a formação de grandes clusters. Com base nesses resultados, definem-se prioridades para a intervenção ambiental no estado.

Palavras-chave : Análise Envoltória de Dados; Análise espacial; Agricultura; São Paulo.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )