SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 número4A Constituição Identitária do Consumidor de Cerveja Artesanal na Cidade de FortalezaBusiness Analytics e a Sociomaterialidade: um Estudo sobre a Prática de Revenue Management em uma Companhia Aérea índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


BBR. Brazilian Business Review

versão On-line ISSN 1808-2386

Resumo

VOELCKER, Gabriel; MACAGNAN, Clea Beatriz  e  VANCIN, Daniel. Uma Análise da Tomada de Risco em Firmas Familiares Listadas na B3. BBR, Braz. Bus. Rev. [online]. 2020, vol.17, n.4, pp.399-418.  Epub 31-Jul-2020. ISSN 1808-2386.  https://doi.org/10.15728/bbr.2020.17.4.3.

O presente trabalho aborda a relação estatística entre firmas familiares e tomada de risco. Procura-se contribuir para a crescente literatura em firmas familiares ao realizar uma revisão da literatura das características que as distinguem de firmas não familiares, buscando inovar ao pesquisar um construto pouco trabalhado com esse tipo de firma: a tomada de risco. Revisa-se a literatura sobre ambos os construtos, utilizando pressuposto teórico e trabalhos empíricos para formular-se a seguinte hipótese de pesquisa: firmas familiares são mais avessas à tomada de riscos do que firmas não familiares. Essa hipótese é testada empiricamente através de procedimentos econométricos em uma amostra de 1188 observações de companhias de capital aberto listadas na B3. Os resultados indicam um efeito negativo da presença familiar na tomada de risco das firmas. Conclui-se que os resultados corroboram a hipótese de que firmas familiares seriam mais avessas à tomada de riscos que firmas não familiares.

Palavras-chave : Firmas familiares; Tomada de risco; Tomada de decisão.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )