SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.76 issue1A functional study on gentamicin-related cochleotoxicity in its conventional dose in newbornsGroup therapy for patients with tinnitus at the University of Brasilia Medical School author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Otorhinolaryngology

Print version ISSN 1808-8694

Abstract

RODRIGUES, Gabriela Ribeiro Ivo; LEWIS, Doris Ruth  and  FICHINO, Silvia Nápole. Potenciais Evocados Auditivos de Estado Estável no diagnóstico audiológico infantil: uma comparação com os Potenciais Evocados Auditivos de Tronco Encefálico. Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.) [online]. 2010, vol.76, n.1, pp.96-101. ISSN 1808-8694.  http://dx.doi.org/10.1590/S1808-86942010000100016.

Os Potenciais Evocados Auditivos de Estado Estável (PEAEE) têm sido apontados como uma técnica promissora na avaliação audiológica infantil. OBJETIVO: Investigar o nível de concordância entre os resultados dos PEAEE e dos Potenciais Evocados Auditivos de Tronco Encefálico (PEATE-clique) em um grupo de crianças com perda auditiva sensorioneural, averiguando assim a aplicabilidade clínica desta técnica na avaliação audiológica infantil. FORMA DE ESTUDO: Clínico prospectivo de coorte transversal. MATERIAL E MÉTODO: 15 crianças com idade entre dois e 36 meses e diagnóstico de perda auditiva sensorioneural. A concordância entre as respostas dos dois testes foi avaliada por meio do coeficiente de correlação intraclasse e o teste de McNemar comparou os dois testes quanto à probabilidade de ocorrência de resposta. RESULTADOS: Os coeficientes de correlação encontrados foram 0,70; 0,64; 0,49; 0,69; 0,63 e 0,68 respectivamente para as frequências de 1, 2, 4, 1-2, 2-4 e 1-2-4kHz. No teste de McNemar foi obtido p=0.000, indicando que a probabilidade de se obter resposta presente nos dois testes não é igual, sendo maior nos PEAEE. CONCLUSÃO: A boa concordância observada entre as técnicas sugere que um exame pode ser complementar ao outro. Os PEAEE, entretanto, promoveram informações adicionais nos casos de perdas severas e profundas, acrescentando dados importantes para a reabilitação destas crianças e proporcionando maior precisão no diagnóstico audiológico.

Keywords : criança; perda auditiva neurossensorial; potenciais evocados auditivos do tronco encefálico.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License