SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.77 número5Mutações em DNA mitocondrial, hipoacusia e tratamento de mexicanos com aminoglicosídeosA participação do cerebelo no processamento auditivo com o uso do teste SSI índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Otorhinolaryngology

versão impressa ISSN 1808-8694

Resumo

VELASCO, Leandro Castro; ARIMA, Lisandra Megumi  e  TIAGO, Romualdo Suzano Louzeiro. Avaliação da melhora dos sintomas nasais após septoplastia com ou sem turbinectomia. Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.) [online]. 2011, vol.77, n.5, pp.577-583. ISSN 1808-8694.  http://dx.doi.org/10.1590/S1808-86942011000500007.

A maioria dos estudos mostra que medidas objetivas para quantificar e determinar o sucesso das cirurgias para a obstrução nasal não têm correlação com a melhora subjetiva relatada pelo paciente. OBJETIVO: Avaliar a melhora dos sintomas nasais nos pacientes submetidos à septoplastia, com ou sem turbinectomia. MATERIAL E MÉTODO: Estudo prospectivo. Foram avaliados 72 pacientes submetidos à septoplastia, com ou sem turbinectomia inferior parcial, que responderam ao questionário no préoperatório até o 60º dia de pós-operatório (PO). RESULTADOS: Foi realizada septoplastia associada à turbinectomia inferior parcial bilateral em 83,3% dos pacientes, unilateral em 9,7% e não houve necessidade de redução das conchas nasais em 6,9%. Foi observada melhora para todos os sintomas no pós-operatório. Sessenta e oito (94,4%) pacientes apresentaram melhora da obstrução nasal no 60º PO. A média da nota da obstrução nasal entre os pacientes com e sem sintomas alérgicos foi semelhante no pré-operatório e no 60º PO. Os pacientes mais velhos apresentaram menor intensidade dos sintomas alérgicos no pré-operatório. CONCLUSÕES: Os pacientes submetidos à septoplastia, com ou sem turbinectomia, evoluem com melhora de todos os sintomas nasais. Os pacientes com e sem sintomas alérgicos apresentam melhora da obstrução nasal de forma semelhante no 60º PO.

Palavras-chave : conchas esfenoidais; septo nasal; sinais e sintomas; terapêutica.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons