SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.78 issue4The sphenopalatine artery: a surgical challenge in epistaxisDisabling hearing loss prevalence in Juiz de Fora, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Brazilian Journal of Otorhinolaryngology

Print version ISSN 1808-8694

Abstract

VIANNA, Débora Modelli et al. A raridade histológica no câncer da tireoide. Braz. j. otorhinolaryngol. [online]. 2012, vol.78, n.4, pp. 48-51. ISSN 1808-8694.  http://dx.doi.org/10.1590/S1808-86942012000400010.

O câncer da tireoide é a neoplasia endócrina mais comum, correspondendo a cerca de 1% de todos os tipos de câncer. Sarcomas, linfomas e metástases para a glândula tireoide são raros e pouco descritos na literatura. OBJETIVO: Descrever tipos histológicos raros de câncer de tireoide em serviço de referência. MÉTODOS: Revisão de prontuários de pacientes admitidos com diagnóstico de câncer de tireoide no período de 1977 a 2010. Foram coletadas informações demográficas, diagnósticas, terapêuticas e histopatológicas. RESULTADOS: Foram revisados 3018 prontuários de pacientes admitidos com doença tireoidiana. Dos casos com diagnóstico de tumores raros, predominou o tipo histológico carcinoma anaplásico, com 22 casos (0,7%), seguido por 11 casos de carcinoma medular (0,36%), dois de sarcoma (0,07%), dois de linfoma (0,07%) e um de tumor carcinoide metastático (0,03%). Houve predomínio do gênero feminino (57%) e de caucasianos (84%). A apresentação clínica com nódulo tireoídeo palpável foi a mais frequente. Todos os casos de linfoma, sarcoma e carcinoma anaplásico evoluíram a óbito. CONCLUSÃO: Sarcomas, linfomas e metástases em tireoide são incomuns e tendem à evolução desfavorável.

Keywords : carcinoma medular; linfoma; metástase neoplásica; neoplasias da glândula tireóide; sarcoma.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese