SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.78 issue4Study of the noise spectrum on high frequency thresholds in workers exposed to noiseFrom nystagmus to the air and water caloric tests author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Brazilian Journal of Otorhinolaryngology

Print version ISSN 1808-8694

Abstract

BERNARDO, Maria Teresa et al. Resultados a longo prazo da cirurgia da otosclerose. Braz. j. otorhinolaryngol. [online]. 2012, vol.78, n.4, pp. 115-119. ISSN 1808-8694.  http://dx.doi.org/10.1590/S1808-86942012000400021.

O tratamento da otosclerose é preferencialmente cirúrgico e consiste na estapedotomia/estapedectomia, cujos bons resultados imediatos estão bem documentados. OBJETIVOS: Avaliar os resultados audiométricos da cirurgia da otosclerose a longo prazo. Desenho: Estudo retrospectivo. MATERIAL E MÉTODOS: Incluíram-se os doentes submetidos à estapedotomia/estapedectomia parcial no nosso Serviço e melhoria da audição pós-operatória comprovada. Convocaram-se os doentes para reavaliação audiométrica e compareceram 41 (47 ouvidos). Compararam-se os valores obtidos com os prévios à cirurgia e do pós-operatório imediato. RESULTADOS: A mediana do seguimento tardio foi de 11 anos. Nesta data, 49% dos doentes tinham audição normal ou um grau de hipoacusia ligeira. Os valores médios dos PTA (Pure Tone Average) aéreo e ósseo, pré, pós e pós-operatório tardio foram 64,4 e 27,0 dB, 35,6 e 22,3 dB e 44,1 e 29,5 dB, respectivamente. CONCLUSÃO: A cirurgia da otosclerose tem bons resultados a longo prazo porque, apesar do agravamento dos limiares, o grau de hipoacusia, 10 anos depois, é inferior ao pré-operatório.

Keywords : audiologia; cirurgia do estribo; otosclerose.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese