SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 número2Perfil de fisioterapeutas brasileiros que atuam em unidades de terapia intensivaIntervenção psicomotora em crianças de nível socioeconômico baixo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Fisioterapia e Pesquisa

versão impressa ISSN 1809-2950

Resumo

MENEZES, Mariana Sampaio; BUSSADORI, Sandra Kalil; FERNANDES, Kristianne Porta Santos  e  BIASOTTO-GONZALEZ, Daniela Aparecida. Correlação entre cefaléia e disfunção temporomandibular. Fisioter. Pesqui. [online]. 2008, vol.15, n.2, pp. 183-187. ISSN 1809-2950.  http://dx.doi.org/10.1590/S1809-29502008000200012.

A relação entre disfunções temporomandibulares (DTM) e os diferentes tipos de cefaléias ainda não está bem compreendida, mas a dor de cabeça é provavelmente o sintoma mais comum da DTM. O objetivo deste estudo foi correlacionar cefaléia com o índice clínico de Fonseca de avaliação da DTM. Participaram 160 voluntários estudantes da Universidade Nove de Julho na faixa dos 18 aos 36 anos, sendo 80 mulheres e 80 homens. Foram aplicados dois questionários: o índice clínico de Fonseca e um questionário sobre cefaléia. Os dados foram analisados estatisticamente e o nível de significância fixado em p<0,05. Os resultados mostram maior prevalência de DTM entre as mulheres com cefaléia, mas não foi possível verificar uma relação direta entre cefaléia e nível de gravidade da disfunção da articulação temporomandibular.

Palavras-chave : Cefaléia; Índice de gravidade de doença; Transtornos da articulação temporomandibular.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português