SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue1Epidemiological profile of stroke survivors registered at the health family strategy of Diamantina, MGStrategies for teaching postural habits to children: comic strips vs. practical experience author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Fisioterapia e Pesquisa

Print version ISSN 1809-2950

Abstract

BRIANEZE, Ana Carolina Gama e Silva et al. Efeito de um programa de fisioterapia funcional em crianças com paralisia cerebral associado a orientações aos cuidadores: estudo preliminar . Fisioter. Pesqui. [online]. 2009, vol.16, n.1, pp. 40-45. ISSN 1809-2950.  http://dx.doi.org/10.1590/S1809-29502009000100008.

O objetivo foi verificar o efeito de um programa de fisioterapia funcional para crianças com paralisia cerebral, associado a orientações aos pais e/ou cuidadores; e verificar a correlação entre as habilidades funcionais e a assistência do cuidador, utilizando o Inventário de Avaliação Pediátrica de Incapacidade (PEDI). Participaram quatro crianças entre 24 e 43 meses de idade, hemiplégicas, espásticas e nível I no sistema de classificação da função motora ampla (GMFCS). Foram realizadas quatro avaliações - uma antes do início do programa, as demais aos 30, 60 e 90 dias após a primeira -, empregando-se as partes I (Habilidades funcionais) e II (Assistência do cuidador) do PEDI. As crianças foram submetidas a sessões de uma hora de fisioterapia funcional três vezes por semana, durante três meses: duas vezes a sessão era de fisioterapia com base no conceito neuroevolutivo Bobath e uma vez, treino de atividades da vida diária. Também foram dadas orientações por escrito aos pais e/ou cuidadores quanto à assistência à criança, incentivando-os a praticá-la em casa. A análise dos resultados mostrou que, na última avaliação, as crianças obtiveram escores significativamente maiores que na primeira. Foi verificada correlação altamente significativa (r=1,0; p=0,083) entre as partes I e II. O programa de fisioterapia funcional associado às orientações aos pais e/ou cuidadores foi efetivo em melhorar o desempenho funcional de crianças nível I com hemiplegia espástica.

Keywords : Criança; Cuidadores; Modalidades de fisioterapia; Paralisia cerebral.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese