SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 número4Epidemiologia de lesões musculoesqueléticas em praticantes de ballet clássicoReprodutibilidade e validade do construto de três instrumentos não invasivos para a avaliação da amplitude de movimento da coluna em pacientes com dor lombar índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Fisioterapia e Pesquisa

versão impressa ISSN 1809-2950

Resumo

CORSALETTI, Beatriz Fredegotto et al. Diferença mínima importante para questionários de ansiedade e depressão após intervenção para o aumento da atividade física diária em tabagistas. Fisioter. Pesqui. [online]. 2014, vol.21, n.4, pp.359-364. ISSN 1809-2950.  http://dx.doi.org/10.590/1809-2950/13087821042014.

A dependência nicotínica está associada à presença de ansiedade e depressão. Vários instrumentos (questionários) são utilizados para quantificar tais sintomas; porém, não se sabe qual magnitude de melhora avaliada por meio deles reflete mudanças relevantes destes sintomas após uma intervenção em tabagistas. O objetivo deste estudo foi determinar o valor da diferença mínima importante para questionários de ansiedade e depressão após uma intervenção que visa o aumento da atividade física diária em tabagistas. Cinquenta e sete tabagistas com espirometria normal foram submetidos a um programa para o aumento de atividade física diária. Durante um período de dois meses, os participantes utilizaram um pedômetro (contador de passos) e receberam uma cartilha informativa, ambos como incentivo para aumentar a atividade física diária. Os tabagistas foram avaliados antes e após o programa e, em cada avaliação, aplicaram-se questionários que quantificam ansiedade e depressão (Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão - HADS A e D; Inventário de Ansiedade Traço-Estado de Spielberger - STAI e Inventário de Depressão de Beck - BDI). Houve aumento significativo da atividade física diária (passos/dia) e melhora da pontuação de todos os questionários aplicados. Os valores da diferença mínima importante para esta população foram de oito pontos para HADS A, seis para HADS D, dez para STAI e 11 para BDI. O presente estudo possibilitou determinar os valores da diferença mínima importante para redução da ansiedade e depressão após um programa de incentivo à atividade física em tabagistas. Esses resultados indicam uma mudança potencialmente significativa, além de qualquer erro de medida.

Palavras-chave : Ansiedade; Depressão; Hábito de Fumar; Questionários.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf epdf ) | Inglês ( pdf epdf )