SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.8 issue2Les coparentalités entre gays et lesbiennes en France: le point de vue des pères"Making families" child mobility and familiar organization in Cape Verde author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Vibrant: Virtual Brazilian Anthropology

On-line version ISSN 1809-4341

Abstract

BAZZO, Juliane. The weave of kinship and the ever-mobile fishing village of Barra de Ararapira (Superagüi Island, Guaraqueçaba, Paraná, Brazil). Vibrant, Virtual Braz. Anthr. [online]. 2011, vol.8, n.2, pp. 164-196. ISSN 1809-4341.  http://dx.doi.org/10.1590/S1809-43412011000200008.

No vilarejo pescador de Barra de Ararapira, o parentesco opera como um idioma que permite perceber, pensar, expressar e ordenar um espaço em permanente transformação. A localidade vive um processo de erosão natural, em razão do qual seus moradores vêm transferindo, secularmente, áreas de residência e rotas de pesca. Essa conjuntura natural resultou num direito territorial próprio, orientado por um conteúdo genealógico, que diverge radicalmente de outras formas de organizar o espaço, como a propriedade privada ou o domínio público. Um conflito que se materializa com a sobreposição à vila de pescadores do Parque Nacional do Superagüi em 1997, um instrumento estatal para proteção de áreas naturais, onde a presença humana é vetada a fim de assegurar os objetivos conservacionistas.

Keywords : povos e comunidades tradicionais; territorialidades particulares; relações de Parentesco; conflitos socioambientais.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English