SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.8 issue2Les coparentalités entre gays et lesbiennes en France: le point de vue des pères"Making families" child mobility and familiar organization in Cape Verde author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Vibrant: Virtual Brazilian Anthropology

On-line version ISSN 1809-4341

Abstract

BAZZO, Juliane. The weave of kinship and the ever-mobile fishing village of Barra de Ararapira (Superagüi Island, Guaraqueçaba, Paraná, Brazil). Vibrant, Virtual Braz. Anthr. [online]. 2011, vol.8, n.2, pp.164-196. ISSN 1809-4341.  http://dx.doi.org/10.1590/S1809-43412011000200008.

No vilarejo pescador de Barra de Ararapira, o parentesco opera como um idioma que permite perceber, pensar, expressar e ordenar um espaço em permanente transformação. A localidade vive um processo de erosão natural, em razão do qual seus moradores vêm transferindo, secularmente, áreas de residência e rotas de pesca. Essa conjuntura natural resultou num direito territorial próprio, orientado por um conteúdo genealógico, que diverge radicalmente de outras formas de organizar o espaço, como a propriedade privada ou o domínio público. Um conflito que se materializa com a sobreposição à vila de pescadores do Parque Nacional do Superagüi em 1997, um instrumento estatal para proteção de áreas naturais, onde a presença humana é vetada a fim de assegurar os objetivos conservacionistas.

Keywords : povos e comunidades tradicionais; territorialidades particulares; relações de Parentesco; conflitos socioambientais.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License