SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue1Effect of the parents guiding program for the lexical development of children using cochlear implantPalatine tonsils asymmetry: 10 years experience of the otorhinolaryngology service of the clinical hospital of the Federal University of Paraná author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos Internacionais de Otorrinolaringologia

On-line version ISSN 1809-4856

Abstract

DIMATOS, Oscar Cardoso et al. Perfil dos pacientes do programa de saúde auditiva do estado de Santa Catarina atendidos no HU-UFSC. Arquivos Int. Otorrinolaringol. (Impr.) [online]. 2011, vol.15, n.1, pp.59-66. ISSN 1809-4856.  http://dx.doi.org/10.1590/S1809-48722011000100009.

INTRODUÇÃO: A audição é uma das funções essenciais para o desenvolvimento da linguagem e sua deficiência pode levar a diversas consequências. OBJETIVO: Descrever o perfil dos pacientes do Programa de Saúde Auditiva do Estado de Santa Catarina atendidos no Hospital Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina. MÉTODO: Realizou-se um estudo retrospectivo com os pacientes com indicação de protetização auditiva atendidos nos anos de 2007 e 2008. Dividiram-se os pacientes em 2 grupos: pediátrico (< 18 anos) e adulto (> 18 anos). Avaliou-se: idade, sexo, tipo e grau de perda, duração, comorbidades e etiologia provável. RESULTADOS: Analisaram-se 304 prontuários, sendo 10,2% do grupo pediátrico e 89,8% do grupo adulto. No grupo pediátrico, a idade média foi de 7,7±5,4 anos, com 58,06% meninos e 41,94% meninas, e no grupo adulto a idade média foi de 61±16 anos, com 52,38% mulheres e 47,62% homens. Perda auditiva neurossensorial foi a mais encontrada nos 2 grupos. No grupo pediátrico, perda de grau profundo foi o mais frequente e no grupo adulto, graus moderado e moderado-severo. As principais etiologias foram causas genéticas/desconhecidas no grupo pediátrico e presbiacusia no grupo adulto. CONCLUSÃO: No grupo pediátrico, a maioria é de meninos, com perda neurossensorial, de graus leve e profundo, duração > 1 ano e sem comorbidades. No grupo adulto, a maioria é de mulheres, com perda neurossensorial, de graus moderado e moderado-severo, duração > 5 anos e comorbidades.

Keywords : audição; perda auditiva neurosensorial; prótese auditiva.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License