SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue3Children showing labial palatine fissures and a low weight at birth in central hearing testsEvaluating the effect of the temporomandibular disorder treatment over tinnitus author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos Internacionais de Otorrinolaringologia

On-line version ISSN 1809-4856

Abstract

MENEGOTTO, Isabela Hoffmeister; SOLDERA, Cristina Loureiro Chaves; ANDERLE, Paula  and  ANHAIA, Tanise Cristaldo. Correlação entre perda auditiva e resultados dos questionários Hearing Handicap Inventory for the Adults: Screening Version HHIA-S e Hearing Handicap Inventory for the Elderly - Screening Version - HHIE-S. Arquivos Int. Otorrinolaringol. (Impr.) [online]. 2011, vol.15, n.3, pp.319-326. ISSN 1809-4856.  http://dx.doi.org/10.1590/S1809-48722011000300009.

INTRODUÇÃO: Os questionários de autoavaliação são úteis para quantificar as consequências emocionais e sociais/situacionais percebidas em função da perda de audição, podendo ser utilizados em diversas situações na rotina clínica, como a triagem auditiva. OBJETIVO: Verificar a sensibilidade e a especificidade dos questionários HHIA-S e HHIE-S na detecção de perda auditiva e suas aplicabilidades em triagens auditivas e analisar a capacidade desses questionários em detectar diferentes graus de comprometimento auditivo na população estudada. MÉTODO: Estudo retrospectivo, 51 indivíduos, entre 18 e 88 anos, responderam aos questionários Hearing Handicap Inventory for Adults Screening Version - HHIA-S e Hearing Handicap Inventory for the Elderly Screening Version - HHIE-S em sala de espera de um ambulatório de otorrinolaringologia do SUS. RESULTADOS: Os instrumentos revelaram baixa sensibilidade (47%), não identificando indivíduos com perda auditiva; porém, apresentaram alta especificidade (75%), identificando, corretamente, indivíduos que não apresentavam problemas de audição. Ainda, não existiu associação significativa entre o grau da perda auditiva e o grau de restrição de participação. CONCLUSÃO: Os referidos questionários apresentaram baixa sensibilidade e alta especificidade, não sendo eficazes para triagens auditivas em um grupo com queixas auditivas prévias, e também não foram capazes de detectar diferentes tipos e graus de comprometimento auditivo.

Keywords : questionários; sensibilidade e especificidade; perda auditiva; envelhecimento.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License