SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue4Hearing in children with cleft lip and palate and low weight: comparative studyChemical cautery of the inferior turbinates with trichloroacetic acid author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivos Internacionais de Otorrinolaringologia

On-line version ISSN 1809-4856

Abstract

URNAU, Daila  and  TOCHETTO, Tania Maria. Características do zumbido e da hiperacusia em indivíduos normo-ouvintes. Arquivos Int. Otorrinolaringol. (Impr.) [online]. 2011, vol.15, n.4, pp.468-474. ISSN 1809-4856.  http://dx.doi.org/10.1590/S1809-48722011000400010.

INTRODUÇÃO: O zumbido vem se tornando uma queixa otológica frequente. Outra queixa que é encontrada em portadores de zumbido é a hiperacusia. OBJETIVO: Analisar as características do zumbido e da hiperacusia em indivíduos normo-ouvintes com queixa associada de zumbido e hiperacusia. MÉTODO: 25 indivíduos normo-ouvintes que apresentaram queixas de hiperacusia e zumbido foram pesquisados nesta forma de estudo transversal.Questionou-se sobre a localização e o tipo do zumbido. Utilizou-se o Tinnitus Handicap Inventory brasileiro e a acufenometria para avaliação do zumbido. Foi elaborado um questionário sobre hiperacusia abordando aspectos como: sons considerados desconfortáveis, sensações na presença desses sons e dificuldade de compreensão de fala no ruído. RESULTADOS: Dos 25 indivíduos, 64% eram mulheres e 36% homens. Em relação ao zumbido, 84% referiram localização bilateral e 80% pitch agudo. O grau mais encontrado foi o leve (44%). As mulheres apresentaram grau de zumbido estatisticamente superior ao dos homens. Os sons de forte intensidade e as reações de irritação, ansiedade, necessidade de afastar-se do som foram mais citadas. Dos indivíduos analisados, 68% referiram dificuldade de compreensão de fala no ruído e 12% relataram usar protetores auriculares. As frequências mais encontradas na acufenometria foram 6 e 8 KHz. CONCLUSÃO: Indivíduos normo-ouvintes com queixa de zumbido e hiperacusia apresentaram predomínio de zumbido de pitch agudo, localização bilateral e grau leve. Os sons considerados desconfortáveis foram os de forte intensidade e a reação aos sons mais citada foi à irritação. A dificuldade de compreensão de fala no ruído foi referida pela maioria dos indivíduos.

Keywords : audição; zumbido; hiperacusia; questionários.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License