SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue1What are the audiometric frequencies affected are the responsible for the hearing complaint in the hearing loss for ototoxicity after the oncological treatment?Relationship between lead in the blood and performance in the abilities from hearing process author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivos Internacionais de Otorrinolaringologia

Print version ISSN 1809-4872

Abstract

GONCALVES, Cláudia Giglio de Oliveira et al. Caracterização dos limiares auditivos de odontólogos numa população da cidade de Curitiba - PR, Brasil. Arquivos Int. Otorrinolaringol. [online]. 2012, vol.16, n.1, pp. 32-38. ISSN 1809-4872.  http://dx.doi.org/10.7162/S1809-48722012000100004.

INTRODUÇÃO: Os odontólogos estão expostos ao ruído em seu local de trabalho, sendo susceptíveis para o desenvolvimento de perda auditiva sensorioneurais com características de induzida por ruído. OBJETIVO: Aanalisar os limiares auditivos de odontólogos caracterizando-os em relação ao gênero, idade e tempo de serviço. MÉTODO: A forma do estudo é corte transversal (ou seccional), prospectivo, que analisou os limiares auditivos de 115 odontólogos, através de audiometria tonal de 500Hz a 8000Hz por via aérea e via óssea. Foram analisados os limiares auditivos tonais do grupo de odontólogos por gênero, em relação à idade e tempo de serviço e aplicados procedimentos estatísticos para a edição dos dados. RESULTADOS: Observaram-se limiares auditivos tonais médios com configuração de entalhe acústico, sendo mais acentuados no gênero masculino. Há perda auditiva sensorioneural em 28(24,34%) odontólogos, 8 (14,54%) entre o gênero feminino e 20 (33,33%) entre o gênero masculino, a proporção de sujeitos com audição alterada é significativamente maior no gênero masculino (p=0,0208). Os limiares auditivos tonais para o gênero masculino apresentaram-se piores do que no feminino quando analisados por idade e tempo de serviço, porém os homens do estudo eram mais velhos e com mais tempo de serviço que as mulheres. CONCLUSÃO: Os odontólogos apresentaram perdas auditivas sensorioneurais com entalhe acústico (sendo mais presentes entre o gênero masculino) com piora auditiva com a idade e tempo de serviço, principalmente após 21 anos de trabalho.

Keywords : odontólogos; doenças profissionais; efeitos do ruído; perda auditiva provocada por ruído.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese