SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número1Caracterization from hearing thresholds from dentists in a poulation from Curitiba city / PR, BrazilAge at the diagnosis and in the beginning of intervention from hearing impaired children, in a public Brazilian hearing health service índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Arquivos Internacionais de Otorrinolaringologia

versión impresa ISSN 1809-4872

Resumen

MORAES, Tamyne Ferreira Duarte de et al. Relação entre nível de chumbo no sangue e desempenho nas habilidades do processamento auditivo. Arquivos Int. Otorrinolaringol. [online]. 2012, vol.16, n.1, pp. 39-43. ISSN 1809-4872.  http://dx.doi.org/10.7162/S1809-48722012000100005.

INTRODUÇÃO: A contaminação por chumbo afeta todos os sistemas do corpo humano, principalmente o sistema nervoso. OBJETIVO: Investigar se há correlação entre o nível de plumbemia e o desempenho em testes do processamento auditivo. MÉTODO: Estudo retrospectivo. 73 crianças, com idade entre 7 a 15 anos, residentes em uma área onde houve emissão de partículas de chumbo acima do permitido, com nível de plumbemia maior ou igual a 10 microgramas/dL, exames audiológicos (audiometria e timpanometria) dentro dos padrões de normalidade. Para avaliar o processamento auditivo foram utilizados o Teste de Fusão Auditiva-Revisado (AFT-R), subteste 1, e o Teste Dicótico de Dígitos (etapa de integração binaural). Foi utilizado o teste de Spearman para verificar a correlação entre os dados. RESULTADOS: O nível de plumbemia variou de 10 a 30,2microgamas/dL, sendo a média correspondente a 15,8 microgramas/dL (desvio-padrão de 4,8). Dessas crianças, 60,3% apresentaram desempenho ruim no teste AFT-R, ou seja, resultados superiores a 60ms. Quanto ao Teste Dicótico de Dígitos, 46,2% das crianças apresentaram desempenho ruim para a orelha direita e 67,3% apresentaram desempenho ruim na orelha esquerda. Conforme o resultado do teste de correlação de Spearman, não houve significância estatística entre o nível de chumbo e os resultados dos testes do processamento auditivo. CONCLUSÃO: Não houve correlação entre o nível de plumbemia e o desempenho nas habilidades do processamento auditivo, entretanto crianças contaminadas pelo chumbo apresentaram desempenho inferior nas habilidades do processamento auditivo.

Palabras llave : chumbo; audição; criança; fonoaudiologia; compreensão.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · pdf en Portugués