SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número1Condição coclear e do sistema olivococlear medial de frentistas de postos de gasolina expostos a solventes orgânicosFratura de osso temporal em pacientes com traumatismo crânio-encefálico índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Arquivos Internacionais de Otorrinolaringologia

versão impressa ISSN 1809-4872

Resumo

PEREIRA JUNIOR, Anastácio Rodrigues et al. Mastoidectomia: parâmetros anatômicos x dificuldade cirúrgica. Arquivos Int. Otorrinolaringol. [online]. 2012, vol.16, n.1, pp. 57-61. ISSN 1809-4872.  http://dx.doi.org/10.7162/S1809-48722012000100008.

INTRODUÇÃO: A meninge temporal rebaixada e o/ou seio sigmoide anteriorizado são condições que podem determinar dificuldades cirúrgicas na realização da mastoidectomia. OBJETIVO: Correlacionar a medida do prolapso do seio sigmoide e da meninge temporal na tomografia com a dificuldade cirúrgica na mastoidectomia. MÉTODO: As medidas tomográficas de prolapso sigmóideo e da meninge temporal foram correlacionadas com presença ou não de dificuldade cirúrgica observados durante o procedimento mastoidectomia de pacientes com otomastoidite crônica (n=30). FORMA DE ESTUDO: Coorte contemporânea com corte transversa. RESULTADOS: Em 10 pacientes, observou-se dificuldade cirúrgica assim distribuída: devido ao prolapso do seio sigmoide (n = 2) ou prolapso da meninge temporal (n = 7) ou ambos (n = 1). Nos pacientes cuja dificuldade cirúrgica foi devido ao prolapso do seio sigmoide, a distância na tomografia da borda anterior do seio sigmoide à parede posterior do canal auditivo externo foi menor que 9 mm. Nos pacientes cuja dificuldade cirúrgica foi devido ao prolapso da meninge temporal, a distância tomográfica desta ao plano superior do osso petroso foi 7 mm. CONCLUSÃO: A distância na tomografia computadorizada entre a meninge temporal e o plano superior do osso petroso 7 mm e uma distância do bordo anterior do seio sigmoide à parede posterior do canal auditivo externo inferior a 9 mm são preditivos de dificuldades cirúrgicas durante a mastoidectomia.

Palavras-chave : tomografia; osso temporal; meninges.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português