SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número1Evaluation of the benefit with the use of the sound amplification inchildren and teenagersNot carious lesions: the challenge of the multidisciplinary diagnosis índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Arquivos Internacionais de Otorrinolaringologia

versión impresa ISSN 1809-4872

Resumen

ALMEIDA FILHO, Nelson de; FILLETTI, Filipe; GUILLAUMON, Hiran Rocha  y  SERAFINI, Flavio. Intensidade do ruído produzido em sala de aula e análise de emissões acústicas em escolares. Arquivos Int. Otorrinolaringol. [online]. 2012, vol.16, n.1, pp. 91-95. ISSN 1809-4872.  http://dx.doi.org/10.7162/S1809-48722012000100013.

INTRODUÇÃO: Perda auditiva induzida por ruído configura-se como perda auditiva neurossensorial, geralmente bilateral, irreversível e progressiva com o tempo de exposição. Como o ruído produzido por crianças na escola pode estar acima da intensidade considerada lesiva, o estudo verificou a ocorrência em escolas de Taubaté. OBJETIVO: Aferir se escolares estão expostos a ruídos de intensidade lesiva à cóclea; definir o perfil destes escolares; demonstrar ocorrência de alterações na atividade coclear após exposição de um dia ao ruído do ambiente escolar. MÉTODO: Forma de estudo transversal com 28 alunos do ensino fundamental no primeiro semestre de 2009. Questionários para avaliação de possível lesão coclear prévia. Avaliação da função coclear através da análise das emissões acústicas evocadas por produto de distorção, realizadas antes dos alunos entrarem em aula e logo após o final destas. Aferição do ruído dentro das salas de aula e em locais de recreação durante o intervalo. RESULTADOS: 57,1% acusaram alguma perda auditiva nos exames realizados antes das aulas. Ao final do dia, 04 meninas e 03 meninos tinham piorado em relação ao primeiro exame. O ruído alcançou valores maiores do que o recomendado nas três salas estudadas. O maior número de alunos com piora pertenciam à sala com maior nível de ruído. O ruído produzido durante os intervalos também está excessivo. CONCLUSÃO: O ruído nesta escola esta acima do limite. 42,85% dos alunos que apresentaram piora tinham desempenho escolar insuficiente. 25% apresentaram piora após exposição aos ruídos em um dia letivo.

Palabras llave : perda auditiva provocada por ruído; estudantes; aprendizagem.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · pdf en Portugués