SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.42 número3Cooperativas de Comunicadores: possibilidades, contradições e cenário argentinoNível de consumo de filmes peruanos em estudantes da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Nacional de Altiplano índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Intercom: Revista Brasileira de Ciências da Comunicação

versão impressa ISSN 1809-5844versão On-line ISSN 1980-3508

Resumo

CERVI, Emerson Urizzi  e  CARVALHO, Fernanda Cavassana de. Conteúdo ou Dinheiro? Diferenças entre as políticas de comunicação dos governos Dilma e Temer no Brasil. Intercom, Rev. Bras. Ciênc. Comun. [online]. 2019, vol.42, n.3, pp.91-113.  Epub 02-Dez-2019. ISSN 1980-3508.  http://dx.doi.org/10.1590/1809-5844201935.

O texto discute diferentes estratégias de comunicação de governos a partir de um estudo de caso específico: a transição entre os governos Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB) na presidência da República Federativa do Brasil. Utilizando dados das prestações de contas mensais do Governo Federal, comparamos os gastos dos dois presidentes com a produção de conteúdos a serem veiculados em meios públicos ou estatais, com gastos de produção e veiculação no sistema comercial de comunicação. Propomos uma tipologia de atuação frente às estratégias comunicacionais, que vai de governo mais passivo e dependente do sistema privado até governo mais ativo e voltado para os próprios meios de comunicação. Os dados mostram que a principal diferença entre Dilma e Temer é que a primeira investiu mais em comunicação própria, com baixa audiência, enquanto o último aumentou os gastos com os meios tradicionais do sistema privado de comunicação.

Palavras-chave : Política de comunicação; Governo Federal; Brasil; 2016.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )