SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20USE OF VIRGINIAMYCIN AND SALINOMYCIN IN THE DIET OF BEEF CATTLE REARED UNDER GRAZING DURING THE RAINY SEASON: PERFORMANCE AND RUMINAL METABOLISMPERFORMANCE OF CREEP FEED LAMBS, FINISHED UNDER FEEDLOT OR Brachiaria brizantha DEFERRED PASTURE: GASTRINTESTINAL PARASITISM AND BIOECONOMIC EFFICIENCY author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ciência Animal Brasileira

Print version ISSN 1518-2797On-line version ISSN 1809-6891

Abstract

FORMENTON, Bruna Dináh Krummenauer et al. CRESCIMENTO ALOMÉTRICO DE SUÍNOS BRASILEIROS NATURALIZADOS. Ciênc. anim. bras. [online]. 2019, vol.20, e-38449.  Epub Apr 29, 2019. ISSN 1518-2797.  http://dx.doi.org/10.1590/1809-6891v20e-38449.

O crescimento alométrico de raças de suínos naturalizados (Nilo, Piau, Moura e Monteiro), machos e fêmeas, foi avaliado em relação à altura do quadril, comprimento do focinho e comprimento da cabeça, usando-se a equação alométrica. As medidas do corpo geralmente apresentam um crescimento mais tardio em relação ao comprimento do focinho e precocemente em relação ao comprimento da cabeça e altura do quadril. Ao comparar as raças de suínos, as fêmeas da raça Moura apresentaram características relacionadas com o crescimento muscular (circunferência torácica, comprimento do corpo e diâmetro longitudinal) mais tardiamente ao comprimento da cabeça. Fêmeas Nilo apresentaram características do comprimento do ombro, comprimento da garupa e a distância interesquiática mais precoce em relação ao comprimento do focinho. Foram encontradas diferenças entre a raça e o sexo no tempo de desenvolvimento para as diferentes partes do corpo, mostrando que os sistemas de criação e utilização desses animais devem ser específicos para cada raça.

Keywords : Huxley; Monteiro; morfometria; Moura; Nilo; Piau.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )