SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20SUPEROVULATORY PROTOCOL WITH EQUINE PITUITARY EXTRACT (EPE) IN MARES CRIOULA AND THE QUARTER HORSEUSE OF NEEM (Azadirachta indica) AS A SUBSTITUTE FOR ANTIMICROBIAL DRUGS IN BROILER CHICKENS’ FEED author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ciência Animal Brasileira

Print version ISSN 1518-2797On-line version ISSN 1809-6891

Abstract

RIVERA, Nancy Lorena Montaño et al. DIGESTIBILIDADE E PALATABILIDADE DE DIETAS COM EXTRATO DE PRÓPOLIS PARA CÃES. Ciênc. anim. bras. [online]. 2019, vol.20, e-47503.  Epub May 20, 2019. ISSN 1518-2797.  https://doi.org/10.1590/1089-6891v20e-47503.

O objetivo do estudo foi avaliar o efeito da inclusão de extrato de própolis na digestibilidade e na palatabilidade de dietas para cães. Foram realizados dois experimentos, sendo o primeiro constituído por um ensaio de digestibilidade, com a inclusão de diferentes extratos de própolis (FT0,55, FT0,59, FT2,59, FT2,11). Com base nos resultados do primeiro ensaio, foi definido o extrato FT0,59 a ser utilizado nos demais experimentos, misturado em crescentes níveis à dieta, resultando em outras concentrações de apiginina. Ambos os ensaios de digestibilidade utilizaram dez cães da raça Beagles, os quais foram alojados em gaiolas metabólicas. A palatabilidade foi avaliada pela preferência alimentar e pela primeira escolha, sendo utilizados 20 cães de quatro diferentes raças. No primeiro ensaio de digestibilidade, somente a inclusão do extrato de própolis FT2,11 diminuiu o valor do coeficiente de digestibilidade aparente (CDA) da matéria seca (MS). Já no segundo ensaio, a inclusão crescente do extrato de própolis FT0,79 melhorou linearmente os CDA da proteína bruta (PB), extrato etéreo em hidrólise ácida (EEA), extrativos não nitrogenados (ENN), MS e energia metabolizável (EM) das dietas. A inclusão de extrato de própolis favoreceu a palatabilidade da dieta. Os flavonoides podem ser adicionados na dieta de cães como nutracêuticos em concentrações menores do que 2,11mg/kg de MS da dieta, sem alterar a digestibilidade.

Keywords : preferência alimentar; própolis; nutrição de cães.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )