SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 issue1Sensory-motor assessment of ankle and foot among diabetic and non-diabetic elderlyStudy of mortality in senior population of municipal districts of Rio Grande do Sul state, Brazil, from 1996 to 2004 author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia

Print version ISSN 1809-9823

Abstract

ALENCAR, Nelyse de Araújo; ARAGAO, Jani Cleria Bezerra; FERREIRA, Márcia de Assunção  and  DANTAS, Estélio Henrique Martin. Avaliação da qualidade de vida em idosas residentes em ambientes urbano e rural. Rev. bras. geriatr. gerontol. [online]. 2010, vol.13, n.1, pp.103-109. ISSN 1809-9823.  https://doi.org/10.1590/S1809-98232010000100011.

A expressão "qualidade de vida" tem sido utilizada sob diversos enfoques e é tema de pesquisas imprescindíveis na área da saúde. Muitas pesquisas têm-se dedicado a estudar a velhice sob novas óticas, mas a maioria desses estudos se refere a idosos que habitam ambientes urbanos, sendo poucas as pesquisas que abordam o tema do envelhecimento no ambiente rural. O instrumento utilizado foi o WHOQOL-OLD, modificado para pessoas idosas, com o objetivo de avaliar e comparar a qualidade de vida de idosas residentes em ambientes urbano e rural. A amostra foi constituída de 30 mulheres, com idade igual ou superior a 60 anos. O tratamento estatístico foi composto por análise descritiva e inferencial. Os dados foram analisados através SPSS, versão 13.0 para Windows. O nível de significância e erro estatístico considerado foi de 5% (p<0,05). Após análise dos resultados, as idosas foram classificadas com média do Qvg-old igual ou superior a 13 como sendo detentoras de qualidade de vida suficiente; 46% das idosas residentes na área urbana apresentaram níveis iguais ou acima de 13, sobrepondo-se aos 40% dos indivíduos residentes na zona rural, que obtiveram níveis superiores a 13. Constatou-se que o fato de residir em regiões geograficamente diferentes não interferiu nos níveis de qualidade de vida. Recomenda-se a realização de outros estudos, a fim de complementar e comparar os resultados de qualidade de vida com idosos de outras regiões, na perspectiva de obter uma classificação qualitativa da qualidade de vida da população idosa com diversas características sócio-demográficas e culturais.

Keywords : Qualidade de Vida; População Rural; População Urbana; Idoso; Mulheres; Qualidade de vida; Ambiente rural e urbano.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License