SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue1Aging and body perception of institutionalized senior citizensFunctional fitness of elderly practicing aquagym author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia

Print version ISSN 1809-9823

Abstract

ROSA, Tereza Etsuko da Costa et al. Segurança alimentar em domicílios chefiados por idosos, Brasil. Rev. bras. geriatr. gerontol. [online]. 2012, vol.15, n.1, pp. 69-77. ISSN 1809-9823.  http://dx.doi.org/10.1590/S1809-98232012000100008.

A segurança alimentar nos domicílios chefiados por idosos tem uma dimensão especial no que se refere às condições de saúde e bem-estar, uma vez que parece evidente a importância de garantir a este contingente populacional a possibilidade de continuar a contribuir na sociedade de forma ativa e produtiva. OBJETIVO: Determinar a prevalência de insegurança alimentar em domicílios cujos chefes são idosos, segundo características sociodemográficas. MÉTODOS: Trata-se de estudo descritivo com domicílios cujos chefes têm 60 anos ou mais de idade declarada, selecionados da Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios - PNAD 2004. Empregou-se a Escala Brasileira de Insegurança Alimentar, classificando-se os domicílios em segurança alimentar e insegurança alimentar leve, moderada e grave. A análise descritiva dos dados incluiu a distribuição de frequência dos domicílios de acordo com os níveis de insegurança alimentar nos estratos das variáveis sociodemográficas, levando-se em consideração o efeito do desenho. RESULTADOS: O estudo mostrou que 29,8% dos domicílios se encontravam na condição de insegurança alimentar e que tal condição estava significativamente associada com regiões menos abastadas (Norte/Nordeste, rural), com os segmentos populacionais mais desfavorecidos (mais pobres e menos escolarizados) e, ainda com características de gênero (mulheres) e raciais (indígenas, pardos e pretos) as quais sabidamente ocupam os níveis inferiores da hierarquia social. CONCLUSÃO: A distribuição da insegurança alimentar em domicílios chefiados por idosos segue tendência similar dos domicílios brasileiros, ratificando a maior prevalência desta condição nos estratos socioeconômicos mais desfavorecidos da população ou entre características associadas à pobreza.

Keywords : Idosos; Fatores socioeconômicos; Qualidade de vida; Comportamento alimentar; Insegurança alimentar.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese