SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 número2Motivação de pessoas idosas para a prática de atividade física: estudo comparativo entre dois programas universitários - Brasil e PortugalAutopercepção de saúde de idosos que vivem em estado de corresidência índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia

versão impressa ISSN 1809-9823

Resumo

GOUVEIA, Luiza Antoniazzi Gomes de  e  OLIVEIRA, Aparecida de. Risco nutricional e fatores associados em idosos com insuficiência cardíaca crônica admitidos em hospital especializado em cardiologia no Brasil. Rev. bras. geriatr. gerontol. [online]. 2014, vol.17, n.2, pp.265-274. ISSN 1809-9823.  http://dx.doi.org/10.1590/S1809-98232014000200005.

OBJETIVO:

Identificar o risco nutricional e fatores associados em indivíduos idosos com insuficiência cardíaca crônica (ICC) admitidos em hospital cardiológico.

METODOLOGIA:

Estudo transversal, com coleta de dados primários, realizado no Instituto do Coração (InCor) da Universidade de São Paulo. O risco nutricional foi avaliado pela Miniavaliação Nutricional (MAN). Os dados pessoais (sexo, grupo etário, classe funcional da ICC) foram coletados dos prontuários dos pacientes, antes da aplicação da MAN. Para testar a associação entre estado nutricional, avaliado pela MAN, e variáveis independentes, foram realizados o teste qui-quadrado e regressão logística.

RESULTADOS:

Este estudo incluiu 70 idosos, 57% homens e 50% entre 60 e 69 anos de idade. Um pouco menos de metade dos idosos (43%) foram classificados em "risco de subnutrição". Dentre estes, 60% tinham 70 anos ou mais (p=0,005), categorizados nas classes funcionais III e IV (48%; p=0,025). Praticamente todos os idosos "subnutridos" e em "risco de subnutrição" (96%) relataram perda de peso acima de 3 kg nos últimos três meses (p=0,003), e 81% dos idosos que consideraram seu estado de saúde pior do que o de outros idosos eram "subnutridos" (p<0,01). Estar em "risco de subnutrição" ou "subnutridos" se associou positivamente com classe funcional III e IV da ICC (OR 4,76; IC 1,46-15,51; p=0,010), e perda de peso de pelo menos 1 kg nos últimos três meses (OR 6,17; IC 1,80-21,09; p=0,004).

CONCLUSÃO:

A maioria dos idosos estava subnutrida ou em risco de subnutrição. Os fatores associados com risco nutricional em idosos com insuficiência cardíaca crônica (idade, classe funcional da ICC, perda de peso recente e autoavaliação do estado de saúde) devem ser observados na prática clínica.

Palavras-chave : Avaliação Nutricional; Idoso; Insuficiência Cardíaca; Desnutrição.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )