SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 número1Antidepressant use and the components of the frailty syndromeQuality of life of participants and non-participants of public physical exercise programs índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia

versión On-line ISSN 1981-2256

Resumen

BARCELOS, Bárbara Jacome et al. Dimensões atribuídas por gestores e profissionais às Instituições de Longa Permanência: Interface e contradições. Rev. bras. geriatr. gerontol. [online]. 2018, vol.21, n.1, pp.16-23. ISSN 1981-2256.  http://dx.doi.org/10.1590/1981-22562018021.170082.

Objetivo:

analisar as dimensões atribuídas por gestores e profissionais às Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI).

Método:

pesquisa descritivo-exploratória, de abordagem qualitativa, realizada na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, por meio de entrevistas e 10 grupos focais com 51 gestores municipais e 62 profissionais atuantes. A análise deu-se pelo conteúdo das entrevistas.

Resultados:

A partir do agrupamento dos temas recorrentes emergiram três diferentes dimensões que explicitaram os consensos e contradições presentes no material empírico: a) ILPI e a perpetuação do espaço asilar, b) ILPI como espaço de tratamento e c) Um domicílio: convergências e divergências na ILPI. Inicialmente, são evidenciados achados referentes à definição política sobre as ILPI vinculadas diretamente aos órgãos sociais. Na segunda categoria, as ILPI são conotadas negativamente perpetuando-se o estigma da denominação de “asilo” que ainda repercute no seu cotidiano. Como espaço de tratamento, as ILPI são tidas como estabelecimentos de saúde em decorrência dos serviços ofertados e da presença de profissionais de saúde na rotina na instituição. Numa terceira análise, são reconhecidas como um domicílio, fundamentada na legislação vigente que aponta a ILPI como espaço coletivo de caráter residencial.

Conclusão:

faz-se necessária a discussão de diferentes atributos dados às ILPI com o intuito de efetivação de ações resolutivas no cuidado ao idoso institucionalizado. Ressalta-se a importância de se pensar no direito à saúde desses idosos e a necessidade de compreensão do modo como os idosos habitam esse espaço.

Palabras clave : Envelhecimento; Idoso; Instituição de Longa Permanência para Idosos.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés | Portugués     · Inglés ( pdf ) | Portugués ( pdf )