SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue3Validation, reliability and operational equivalency of the nutritional screening method “Determine The Nutritional Health Of The Elderly”The experience of spirituality among institutionalized elderly people author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia

Print version ISSN 1809-9823On-line version ISSN 1981-2256

Abstract

ZANESCO, Camila et al. Fatores que determinam a percepção negativa da saúde de idosos brasileiros. Rev. bras. geriatr. gerontol. [online]. 2018, vol.21, n.3, pp.283-292. ISSN 1981-2256.  http://dx.doi.org/10.1590/1981-22562018021.170210.

Objetivo:

Conhecer os fatores que determinam a percepção negativa da saúde de idosos brasileiros, considerando condições sociodemográficas, limitações funcionais e adoecimento, padrão de utilização de serviços de saúde e condição de saúde bucal.

Método:

Estudo transversal com dados provenientes da Pesquisa Nacional de Saúde (2013), a qual envolveu 23.815 idosos. Após o tratamento da base de dados, procedeu-se a redução de dimensionalidade realizada no ambiente do Waikato Environment for Knowledge Analysis. As variáveis relacionadas com a percepção em saúde foram avaliadas por meio da regressão logística, para mensurar a magnitude das associações. Considerou-se como variável desfecho a percepção da saúde e 36 variáveis independentes.

Resultados:

As variáveis mais fortemente relacionadas à percepção negativa da saúde dos idosos foram: analfabetismo (OR=1,48), baixa escolaridade, dificuldade total em realizar atividades instrumentais de vida diária (OR=2,04), impossibilidade de realizar qualquer atividade habitual por algum motivo de saúde (OR=3,20), presença de diagnóstico de doença física ou mental (OR=2,44), autopercepção de saúde bucal negativa (OR=1,92), procura acentuada por serviços de saúde nas últimas semanas (OR=1,16), consultas médicas e internação hospitalar nos últimos 12 meses (OR=1,40).

Conclusão:

O uso de metodologias multidimensionais é capaz de identificar a influência de aspectos determinantes da percepção negativa de saúde em idosos brasileiros e que os mesmos devem subsidiar a formulação de políticas públicas de saúde voltadas à população idosa.

Keywords : Autoimagem; Autoavaliação; Saúde do Idoso; Percepção.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )