SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issue4Relationship of ventilatory inefficiency and low cardiorespiratory fitness in the elderly: a retrospective observational studyOxidative stress among informal caregivers author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia

Print version ISSN 1809-9823On-line version ISSN 1981-2256

Abstract

ABRANTES, Gesualdo Gonçalves de et al. Sintomas depressivos em idosos na atenção básica à saúde. Rev. bras. geriatr. gerontol. [online]. 2019, vol.22, n.4, e190023.  Epub Nov 25, 2019. ISSN 1981-2256.  http://dx.doi.org/10.1590/1981-22562019022.190023.

Objetivo:

Identificar sintomas depressivos em idosos atendidos na atenção básica.

Método:

Pesquisa descritivo-exploratória, delineamento transversal, quantitativa, realizada com 260 idosos cadastrados nas Unidades de Saúde da Família de João Pessoa, Paraíba, Brasil. Aplicou-se instrumento sociodemográfico e Escala de Depressão Geriátrica Abreviada (EDG-15). A análise descritiva resumiu as variáveis em percentagens e número de participantes.

Resultados:

Predomínio de idosos com 60-70 anos de idade (n=154; 59,2%), sexo feminino (n=186; 71,5%) e baixa escolaridade (n=89; 34,2%). A EDG-15 mostrou que 195 (75,0%) idosos não apresentaram sintomas depressivos. Foi observado que 219 (84,2%) idosos estavam satisfeitos com a própria vida, 198 (76,1%) sentiam-se felizes a maior parte do tempo, 194 (74,6%) sentiam-se de bom humor a maior parte do tempo, 236 (90,8%) referiram sentir esperança na vida e 248 (95,4%) mencionaram achar maravilhoso estarem vivos. Ademais, 135 (51,9%) idosos preferiam sair a ficar em casa, 180 (69,2%) sentiam-se cheios de energia, 226 (86,9%) consideravam-se pessoas úteis, mas 112 (43,0%) idosos interromperam muitas de suas atividades e 141 (54,2%) temiam que algo de ruim acontecesse.

Conclusão:

A atenção básica à saúde é corresponsável pelo rastreio de sintomas depressivos em idosos para implementar ações de proteção e promoção da saúde dessa clientela. Constitui estratégia norteadora do processo de cuidado, adequado para o estímulo ao envelhecimento ativo e autonomia, bem como para prevenção de agravos à saúde. Esta pesquisa contribui para reflexão sobre a importância de políticas públicas e boas práticas no cuidado ao idoso.

Keywords : Psiquiatria Geriátrica; Saúde Pública; Atenção Primária à Saúde; Saúde Mental; Depressão.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )