SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue3Influence of age, sexual maturation, anthropometric variables and body composition on flexibilityEffect of a step-training program on muscle strength in older women author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano

On-line version ISSN 1980-0037

Abstract

SMIRMAUL, Bruno de Paula Caraça et al. O nível de treinamento não influencia a percepção subjetiva de esforço durante um teste incremental. Rev. bras. cineantropom. desempenho hum. [online]. 2010, vol.12, n.3, pp.159-163. ISSN 1980-0037.  https://doi.org/10.5007/1980-0037.2010v12n3p159.

Níveis de treinamento distintos, associados à experiência em realizar esforços exaustivos podem produzir diferentes sensações frente à fadiga. O objetivo deste estudo foi comparar a percepção subjetiva de esforço (PSE) entre ciclistas e não-ciclistas durante teste incremental máximo (TIMAX). Participaram do estudo 23 indivíduos que  foram divididos em grupo ciclistas (GC) (n = 12; idade 26,5 ± 4,7 anos; massa corporal 68,2 ± 11kg; estatura 176 ± 8,6cm) e grupo não-ciclistas (GNC) (n=11; idade 25,2 ± 4,0 anos; massa corporal 72,9 ± 9kg; estatura 175,1 ± 6,3cm). Todos realizaram um TIMAX,  até a exaustão, do tipo rampa em ciclossimulador, com início a 0 W e incrementos de 20 W.min-1.  Durante TIMAX a PSE foi aferida e anotada a cada 30 segundos de teste e, ao final, a potência máxima (PMAX) atingida pelos indivíduos. O tempo total de cada teste foi normalizado em porcentagens (de 10% a 100%, intervalos de 10%), e foi anotada a respectiva PSE para cada intervalo. Os valores de PMAX para GC e GNC foram 368  ± 12,7W e 256 ± 11,2W, respectivamente  (P < 0,01). Os valores das medianas das PSE para GC e GNC não apresentaram diferença significativa para nenhuma porcentagem de tempo. Conclui-se que as respostas de PSE não sofreram alterações entre GC e GNC durante TIMAX, sugerindo que o nível de treinamento não influencia a PSE.

Keywords : Tolerância ao exercício; Desempenho psicomotor; Psicofisiologia.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License