SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue2Impact of ironman triathlon on oxidative stress parametersEstimated VO2max and its corresponding velocity predict performance of amateur runners author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano

On-line version ISSN 1980-0037

Abstract

COELHO, Daniel Barbosa et al. O efeito das substituições realizadas no segundo tempo da partida na intensidade de jogo de futebol. Rev. bras. cineantropom. desempenho hum. [online]. 2012, vol.14, n.2, pp. 183-191. ISSN 1980-0037.  http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2012v14n2p183.

A maioria das partidas de futebol é conduzida por treinadores que realizam todas as substituições de jogadores permitidas. Dessa maneira, torna-se de extrema importância o estudo destas substituições e sua influência na intensidade de esforço dos atletas. Há de se mencionar, ainda, que não há nenhum estudo na literatura que tenha investigado sobre esse tópico utilizando a frequência cardíaca (FC) como um parâmetro de intensidade. O objetivo deste estudo foi comparar a intensidade de esforço (IE) dos jogadores de futebol nas situações: 1) primeiro tempo (PT-IE); 2) segundo tempo (ST-IE); 3) segundo tempo com substituições (STS-IE). Quarenta e cinco atletas de futebol do sexo masculino (18.5 ± 1.2 anos, 74.25 ± 5.79 kg, 182.6 ± 8.55 cm, 9.56 ± 2.47 %G, 56.3 ± 4.3 mLO2/kg/min) participaram do estudo durante 29 jogos oficiais. IE foi considerada como a média da FC, expressa em percentual da FC máxima (%FCmax) de cada atleta e também de acordo com o tempo percorrido em cada zona de intensidade (Z) específica de acordo com o %FCmax (Z1<70%; Z2 70-85%; Z3 85-90%; Z4 90-95%; Z5 95-100%). IE no PT-IE (86.3 ± 3.3%FCmax) foi maior que no ST-IE (80.6 ± 4.4%FC max) e que no STS-IE (83.6 ± 2.8 %FCmax). IE no STS-IE foi maior que no ST-IE (p<0,05). O tempo percorrido nas zonas de alta intensidade foi menor no ST-IE quando comparado com o PT-IE e maior no STS-IE quando comparado com o ST-IE (p<0,05). Conclui-se que a diminuição da IE no segundo tempo da partida de futebol foi atenuada com a realização de substituições e foi evidenciado um maior tempo de permanência em zonas de alta intensidade quando comparado com o ST-IE.

Keywords : Esportes; Frequência cardíaca; Futebol.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English